07 a 10 de Dezembro | CenasNatalícias | Vinil | MaxFernandes1 | MaxFernandes2 | Matinée

 Passa a palavra! 

Torna-te Gat@, faz-te Vadi@

 Todo o mês de Dezembro 
parede vermelha da livraria habitada
com

 R E T R O E X P E C T A T I V A 
colagens em capas de livros
de Helena Rocio Janeiro

 Nas quintas de Dezembro, Gato Vadio apresenta... 
cenas natalíciassempre com entrada livre!
 Quinta 07 de Dezembro, 21:30h 
Feliz Natal 
Joyeux Noël  (2005)
Christian Carion / 1h 56min 

Em Dezembro de 1914, uma trégua de Natal não oficial na Frente Ocidental permite que soldados de lados opostos na Primeira Guerra Mundial descubram o modo de vida de cada um.

 Sexta 08 de Dezembro, 17:00h 
Lançamento em vinil:
"Canto Ecuménico", de Filipe Pires
 "Oceanos", de Cândido Lima

Coordenação da edição
Pedro Junqueira Maia


Producão
Matéria Prima

 Ciclo em torno da obra videográfica 
 de Max Fernandes 

 Sexta 08 de Dezembro, 21:30h  
com a presença do artista
"Cão-Rio (saco de arroz cozido no chão)", 2016
Texto e voz em português (english subtitles)
Linguagem e relação ética entre as espécies.
48 min.
"Gerardo", 2016
Dois amigos jogam à bola.
11 min.
"Invisíveis", 2016
Sobre invisibilidade.
1min.
Conversa 

 Sábado 09 de Dezembro, 17:30h 
com a presença do artista
“E como disfarçar os móveis velhos”, 2013
(Sem áudio)
"E como disfarçar os móveis velhos"* Viagem de um sentido entre a fábrica abandonada e a Casa de Serralves. O percurso de comboio foi feito tantas vezes quantas fui trabalhar para a grande cidade. Já integrei na grande migração diária casa-trabalho. Mas nesta dia, porque aconteceu num só dia, o espírito era outro. Já não era para o trabalho obrigatório por isso a sensibilidade estava mais aguçada. Os planos do filme estavam planeados: a paisagem dos rios Vizela e Ave não fugiam ao comboio urbano que os serpenteava, e no Porto só queria a cor exterior da casa e os seus lagos rectilíneos. A motivação era forte, encontrar-me-ia com o Mauro no início da tarde para agendar uma exposição. Era de ideologia que ia a pensar.
* Poemas Quotidianos (Porto, 1952-1962), de António Reis
5min.
(ed. Portugália, Janeiro de 1967)
"Trabalho", 2011-2013
Texto e voz em português (english subtitles)
O filme Trabalho é um documentário da sessão do Teatro do Oprimido "Fabricar" que decorreu na vila de Pevidém em Guimarães. Os actores e espectadores presentes eram na maioria exoperários da indústria têxtil local. O tema é concreto e realista: passa-se numa fábrica quando chega uma encomenda e é preciso fazer horas extraordinárias para a entregar. O problema é que o patrão não paga horas extraordinárias há seis meses e os operários tentam dialogar com o patrão para resolver a situação. Depois do primeiro acto onde a primeira tentativa de diálogo fracassa a peça é interrompida e uma personagem é substituída por alguém do público espectador que tentará dialogar com o patrão.
21min.
"E.N.V.C.", 2014
Texto em português (english subtitles)
O dia 21 de Fevereiro de 2014 foi o último dia do prazo dado para os trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo rescindirem os seus contratos com a empresa.
22min.
Conversa
- "À volta", 2014
Texto em português e inglês
A partir de um momento do despertar, numa época obscura, tudo à volta está moribundo.
5min.
"Arrepio no estômago", 2015
Texto em português
Nevoeiro amarelo e palavras.
12min.

 Domingo 10 de Dezembro, 18:00h 

A Outra Metade do Amor 
(Lost and delirious)
 Léa Pool / 2004 / 1h43m

Um comovente conto sobre a procura de identidade própria, o culto secreto do amor e a descoberta da sexualidade de três adolescentes. Um trio determinado em manter a sua independência apesar das regras rígidas de um colégio interno de raparigas cercado por uma floresta luxuriante e verde.

Sem comentários:

Enviar um comentário