Feminismos da Orfeu Negro

À Livraria chegaram
feminismos por Orfeu Negro
editora que se dedica à edição de ensaios e outros trabalhos documentais no âmbito das artes contemporâneas, privilegiando a transversalidade do pensamento artístico nos territórios da dança,
o teatro, o cinema, a fotografia, a música, a arquitectura e as artes visuais. 

Problemas de Género
Feminismo e Subversão da Identidade


JUDITH BUTLER 


Vinte e sete anos após a sua publicação original, Gender Trouble está finalmente disponível em Portugal. Trata-se de um dos textos mais importantes da teoria feminista, dos estudos de género e da teoria queer. Ao definir o conceito de género como performatividade – isto é, como algo que se constrói e que é, em última análise, uma performance – Problemas de Género repensou conceitos do feminismo e lançou os alicerces para a teoria queer, revolucionando a linguagem dos activismos.

PREFÁCIO E REVISÃO CIENTÍFICA João Manuel de Oliveira
TRADUÇÃO Nuno Quintas
Obscénica
Textos Eróticos & Grotescos

ANDRÉ DA LOBA
HILDA HILST 


Ó, as mulheres! Que sensíveis e doces, que lúdicas ladinas imaginosas e torpes! Mulheres! Fiquei amante de Clódia, a «leoa dos plátanos». Eu a chamava assim porque me parecia ser esse o seu verdadeiro nome. Os plátanos vão por conta da sonoridade da palavra. Chamava-a também de «putíssima amada», mais cabível ainda.
De 1990 a 1992, Hilst decidiu «alegrar-se um pouco» escrevendo textos eróticos e satíricos, convencida de que «o erótico é uma santidade».
Esta antologia reúne alguns textos ditos obscenos, sarcásticos e grotescos, que surgem agora acompanhados pelas ilustrações de André da Loba, colaborador assíduo do New York Times e considerado um dos 200 melhores ilustradores do mundo.

18 a 21 de Outubro | AcidWesterns | HipnagogiasAgnósticas | Armadilha | VJMutante

Nas quintas de Outubro Pancho&Lefty apresentam AcidWesterns,
sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre!
 Quinta 18 de Outubro, 21:30h  

Walker 
Os Imortais (1987) 94m
Alex Cox 
Ed Harris é o protagonista nesta espantosa história de William Walker, que foi na vida real um soldado da fortuna, cujas intervenções na América Latina em meados do Século XIX continuam a ter efeitos variados nos nossos dias na política americana.
Permanentemente confronta o espectador com um humor anacrónico, povoando o mundo de 1855 com computadores, máquinas dispensadoras de tabaco e helicópteros, numa sátira de relevo.
De 19 a 31 de Outubro parede vermelha da livraria habitada porhipnagogias agnósticas de Celestino Monteiro

 Sexta 19 de Outubro, 22:00h 
Concerto de inauguração de hipnagogias agnóstica
 
com Cíntia & Rui (poesia & bateria)

 Sábado 20 de Outubro, 17-22:00h 
Concerto-Literário A MÃO DO OLEIRO +
apresentação do projecto ARMADILHA,
com música de João Ricardo e interpretação DEMO.
www.demo.pt


Equipa Artística
Direcção artística: DEMO
Música: João Ricardo
Textos: Rui Nunes (A Mão do Oleiro)
Interpretação: Cheila Pereira, Cláudio Vidal, Gil Mac e Paula Rita Lourenço
Registo vídeo: Vitor Costa
Registo fotográfico: Renato Roque

ARMADILHA, é um projecto de investigação artística para a criação de um espectáculo, a partir do universo literário do escritor RUI NUNES. 

É composto por 2 ciclos complementares ao processo criativo: O TEU CORPO É UM GESTO MUITO ANTIGO (formações/laboratórios de criação) e ANIMAL PEREGRINO (concertos-literários).
Culmina com estreia no FITEI – Festival Internacional de Teatro e de Expressão Ibérica (2019).
Contém na sua base de pesquisa o encontro entre a obra de Rui Nunes e as artes performativas e visuais, para a exploração de diferentes formas de interacção com o seu material literário.

Rui Nunes é um escritor da actualidade cuja inquietação e estranheza da sua obra reside no seu carácter literário não domesticável e é nessa resistência à catalogação que se constitui como um espaço literário de ruptura e diferenciação. Torna-se inconfundível pela forma como explora a dilatação dos limites da linguagem, pelo desregramento e contínua suspensão e, pela abordagem a uma nova forma narrativa.
A criação incidirá sobre a trilogia: A Mão do Oleiro, Barro e Armadilha, e contará com o acompanhamento e colaboração do autor. Os ciclos O TEU CORPO É UM GESTO MUITO ANTIGO e ANIMAL PEREGRINO têm por objectivo promover a aproximação do público à obra de Rui Nunes e permitem-nos partilhar diferentes possibilidades e abordagens disciplinares ao texto.

 Domingo 21 de Outubro, 18:00h 
VJMutante apresenta selecção de
Video Clips e Curtas de Animação

Foice de Prata - Agenda Lunar 2019

À Livraria chegou 
A Foice de Prata - Agenda Lunar 2019
Saudações Lunáticas
Esta edição especial do 10º aniversário, conta com a participação de
(por ordem alfabética): Axel Blotevogel (Ablo), Alexandra Pratas, Ana Lisa Mar, Ana Oliveira, Anabela Vento água, Angélica S., Aranha, Célia Morgado, Fernanda Barros, Gabriela Gonçalves (Gabrielua), ELa GAzi, Geni, Irene nos pés da Deusa, Isabela Ferro, Joana Azevedo, Joana Dias, Joana V., Lena Gal, Lev Berço de Marfim, Lina Santos, Luci B.T., Luís Pedro Cruz, Maria João Careto, Mário Nabais, Martina Meier, Print Corta, Mara Pinheiro Nunes (Raízes do Sentir), Rafaela Pereira, Sofia Lua, e Teresa Camara Pestana. A todas e todos vocês agradeço de coração.