O Homem do Saco

Na Livraria...
 O Homem do Saco 
atelier de tipografia e edições

26 a 29 de Abril | ColagensDeSonhos | MemóriasDeCriança | CarolMello&MartinSpyyd | Ivan Illich | Henriqueta

 Passa a palavra! 

Torna-te Gat@, faz-te Vadi@

 De 20 de Abril a 31 de Maio 
 Parede Vermelha da livraria habitada com
 Colagens de sonhos 
exposição de Aleksandra Fluda 
["Colagens de sonhos" é o um projecto de colagem que iniciei e estou a desenvolver desde Fevereiro de 2017. Criei este projecto porque adoro construir e desenvolver histórias enquanto trabalho sobre a tela. Fui inspirada por sonhos, música, cores e as coisas simples do quotidiano que inspiram a minha mente. Fazer estes trabalhos é uma forma de viajar no tempo, entre sítios e histórias. (...)]

Nas quintas de Abril, Gato Vadio apresenta... 
MemóriasDeCriança
,
sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre!
 Quinta 26 de Abril, 21:30h 
Moonrise Kingdom 
(2012) / 1h 34min 
Dois jovens amantes fogem de uma vila insular em nova Inglaterra,
um grupo parte à sua procura.

Director: Wes Anderson

 Sexta 27 de Abril,  22:00h 
Concerto / encontro da
percursionista e cantora brasileira Carol Mello
e do guitarrista checo Martin Spyyd

regado a chôro, tangos e sambas numa conversa musical...
a convite do Gato Vadio para angariação de fundos para o
Encontro Anarquista do Livro no Porto
que vai decorrer nos dias 4, 5 e 6 de Maio no Porto.

 Sábado 28 de Abril, 18:00h   
Apresentação de Ivan Illich
por ocasião do lançamento de 

 Para uma História das Necessidades 
Quem está hoje disponível para retomar uma leitura incisiva da nossa situação? Há certamente vários candidatos: desde os lacanianos omnívoros, como Žižek, ou heideggerianos tentados pelas experiências oceânicas, no caso de Sloterdijk, até aos antigos marxistas reconduzidos à poética da política, como Rancière. Mas todos eles encarnam uma crítica que não soube examinar as pequenas e grandes acelerações que levam directamente ao colapso da sociedade industrial. Por seu turno, Illich nunca perde de vista que, no seu estádio avançado, as sociedades produzem a sua própria destruição. Com este livro, reintroduzimos um autor maior no debate crítico em português. Se Agamben diz que a hora da sua legibilidade terá agora chegado, nós acrescentamos que esta será a hora da sua mais viva contemporaneidade.
Jorge Leandro Rosa (co-tradutor e organizador do volume)

 Sábado 28 de Abril, 21:30h   
Apresentação de  
 Henriqueta ou Uma Heroína do Século XIX  
No livro «Henriqueta ou Uma Heroína do Século XIX – Reedição e Estudo», ressurge o texto escrito por A.J. Duarte Jr., jornalista e tipógrafo (e grande conhecedor do submundo portuense),
acompanhado de um estudo recente assinado por dois doutorados da Faculdade de Letras do Porto.


A obra baseia-se numa história verídica, de meados do século dezanove portuense, que passou a ficção literária em 1877 e que foi republicada em 2016, numa edição de autor. O livro original foi ilustrado por artistas gráficos de renome; na republicação, para além das estampas antigas, fizeram-se novas gravuras.

Este romance é considerado um dos primeiros exemplos de Literatura de Terror no nosso país e nele a pele da personagem principal cola-se directamente à de uma aventureira e prostituta, muito célebre no seu tempo e ainda hoje referida em certos circuitos da Invicta pela singularidade do túmulo que possui no Prado do Repouso.

Aliás, não é apenas a vida (real) desta mulher e sim a morte de uma outra que continua a justificar reflexão mais atenta a este texto, quer no âmbito da história do crime e dos costumes, quer do ponto vista dos estudos de género e da condição feminina.


Umas notas biográficas sobre o autor:
António Joaquim Duarte Júnior foi jornalista e escritor. Dirigiu a oficina tipográfica do «Comércio do Porto». Para além de «Henriqueta», foi autor de diversos trabalhos literários, entre eles «Rachel e Daniel ou o Enxota-Cães», obra teatral escrita e impressa por ele, em 1868, na tipografia do jornal onde trabalhava.

19 a 22 de Abril | MemóriasDeCriança | ColagensDeSonhos | VirgílioMelo | ThomasBakk | HomemDoSaco

Passa a palavra! 

Torna-te Gat@, faz-te Vadi@
Nas quintas de Abril, Gato Vadio apresenta... 
MemóriasDeCriança
,
sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre!
 Quinta 19 de Abril, 21:30h 
O Miúdo da Bicicleta
(
2011) / Le gamin au vélo /  1h 27min
Abandonado pelo pai, um menino é deixado num lar de acolhimento.
Num acto de bondade, uma cabeleireira da cidade decide acolhe-lo todos os fins de semana.

Directors: Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne

 De 20 de Abril a 31 de Maio 
 Parede Vermelha da livraria habitada com
 Colagens de sonhos 
exposição de Aleksandra Fluda 
["Colagens de sonhos" é o um projecto de colagem que iniciei e estou a desenvolver desde Fevereiro de 2017. Criei este projecto porque adoro construir e desenvolver histórias enquanto trabalho sobre a tela. Fui inspirada por sonhos, música, cores e as coisas simples do quotidiano que inspiram a minha mente. Fazer estes trabalhos é uma forma de viajar no tempo, entre sítios e histórias. Quero deixar ao público um espaço aberto de interpretação enquanto os vêem. Neste projecto usei elementos de revistas, tinta e acrílico. Nesta exposição apresento uma porção considerável do meu projecto.]

 Sexta 20 de Abril,  21:30h 
A inauguração de
 Colagens de sonhos 
exposição de Aleksandra Fluda 
 conta ainda com o concerto acústico a solo por Raphaël Decoster. 

 Sábado 21 de Abril, 17:00h   
Audições Comentadas 

nesta sessão, o compositor, professor e musicógrafo
Virgílio Melo apresenta Richard Wagner

 Sábado 21 de Abril, 21:30h   
 Thomas Bakk  

autor e actor que se dedica à narração oral,
mais concretamente à Literatura de Cordel 

apresenta
Abril Contos Mil

Na Livraria...
 O Homem do Saco 
atelier de tipografia e edições

Pianola na nossa livraria

 Pianola Editores  

12 a 15 de Abril | SalvarOClima | MemóriasDeCriança | VJMutante

 Gato Vadio 
Aberto de quinta a domingo
Open from thursday to sunday
17h - 24h 


 Saco de Gatos 
 Associação Cultural e Espaço de Intervenção Social 
 
desde há 7 anos  

Bookshop - Coffee Bar
for tramps   pour amoureux
fur auslander   para aburridos
per revoltati   at forstyrre
para gente de todos os lugares

 sempre com entrada livre 

 Passa a palavra! 

Torna-te Gat@, faz-te Vadi@
A ameaça de furos de petróleo paira sobre nós. Adiamentos, prorrogações, avaliações de impacto ambiental, renegociações… É hora de acabar de vez com as ameaças de furo de petróleo em Portugal. A força das populações, movimentos e autarcas, unidos a uma só voz para dizer não, para dizer que um furo de petróleo é uma guerra, será ouvida.

(mais info --->)

Dia 14 de Abril marchamos, desde o Largo de Camões até à Assembleia da República. Marchamos, vindos do Norte e do Sul, do Algarve, do Alentejo, de Peniche, do Porto, da Batalha e de Pombal. Marchamos pelo futuro. Vamos enterrar de vez este furo.
A MARATONA CONTINUA ATÉ DIA 13... TRAZ AS TUAS AGULHAS!!!
Nas quintas de Abril, Gato Vadio apresenta... 
MemóriasDeCriança
,
sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre!
 Quinta 12 de Abril, 21:30h 

O Espírito da Colmeia 
(1973) / El espíritu de la colmena / 1h 38min 
Em 1940, depois de assistir e ficar traumatizada pelo filme Frankenstein, de 1931, uma menina sensível de sete anos que mora numa pequena vila espanhola mergulha no seu próprio mundo de fantasia.
Director: Víctor Erice
Por motivos alheios à nossa vontade o lançamento do Debaixo do Bulcão não acontece pelas 18h de sexta 13 conforme antes anunciado...

 Sexta 13 de Abril 
Ele há xadrez, damas ou póker...
Ele há chás ou licores e bolachas...
Ele há livros, revistas ou conversas...
... e 2 novelos de lã vermelha!

 Domingo 15 de Abril, 18:00h  
Ao 3º Domingo de cada mês,
VJMutante apresenta selecção de
Video Clips e Curtas de Animação

Ivan Illich na nossa estante

 Novidades nas prateleiras...
 das Edições Sempre-em-Pé  

Para Uma História das Necessidades
Ivan Illich (Autor)

Uma das formas possíveis de resumir a visão que irradia deste volume – uma síntese polifacetada do pensamento de Ivan Illich tal como se exprime no final da década de 1970 – condensa-se neste lema, que baseando-se no sentido e na fórmula do próprio Autor nesses cinco ensaios, o editor desta tradução retirou do seu texto: superar a pobreza modernizada. A crítica do falso desenvolvimento, do sistema escolar e do seu currículo oculto, das profissões como um novo clero e uma nova tirania, da expropriação da saúde pelo sistema médico dominante, da voracidade energética de uma civilização que a utiliza em desperdício e aprisionamento do quotidiano, da mobilidade imobilizada do trânsito, mantêm quase meio século depois todo o vigor e vigência. Este volume, apesar de sucinto, quer contribuir para dar a conhecer o pensamento, acerado e aberto, de Ivan Illich a uma nova geração, e para o relembrar aos que eram já adultos no período da sua primeira irradiação, entre as décadas de 1960 e 1970.


 O 5º volume da Colecção TERRA E GENTE 

05 a 08 Abril | SalvarOClima | MemóriasDeCriança | JoelNachio

 Passa a palavra! 

Torna-te Gat@, faz-te Vadi@
A ameaça de furos de petróleo paira sobre nós. Adiamentos, prorrogações, avaliações de impacto ambiental, renegociações… É hora de acabar de vez com as ameaças de furo de petróleo em Portugal. A força das populações, movimentos e autarcas, unidos a uma só voz para dizer não, para dizer que um furo de petróleo é uma guerra, será ouvida.

(mais info --->)

Dia 14 de Abril marchamos, desde o Largo de Camões até à Assembleia da República. Marchamos, vindos do Norte e do Sul, do Algarve, do Alentejo, de Peniche, do Porto, da Batalha e de Pombal. Marchamos pelo futuro. Vamos enterrar de vez este furo.
Nas quintas de Abril, Gato Vadio apresenta... 
MemóriasDeCriança
,
sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre!
 Quinta 05 de Abril, 21:30h 

A Guerra dos Botões 
(1962) / La guerre des boutons / 1h 30min 
Os meninos da escola de duas aldeias da França passam o tempo a lutar. O seu troféu são os botões que eles roubam ao inimigo. Esta luta trará essas crianças para a amizade eterna ... eventualmente.
Director: Yves Robert

 Sexta 06 de Abril, 21:30h 
Ele há xadrez, damas ou póker...
Ele há chás ou licores e bolachas...
Ele há livros, revistas ou conversas...

 Sábado 07 de Abril, 21:30h 
Concerto ao vivo de Joel Nachio
Joel Nachio, um cantautor português que toca um repertório de versões e composições autorais influenciadas por sonoridades de músicas do mundo com elementos de música afro-brasileira. Desde Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Paulinho da Viola, Baden Powell, Novos Baianos, etc. 
Somos brindados com uma celebração de bossa-nova, samba e MPB.
Sua guitarra e voz contribuem para um estilo distinto, no qual o lírico desempenha um papel fundamental e a espontaneidade traz aos temas uma nova vitalidade. Somos convidados a viajar entre margens e mundos visitados e que em concerto são recriados.