Quantas vidas tem um Gato?

Os menos distraídos podem ter reparado que depois de tanto escarcéu afinal o Gato Vadio não bateu com a porta. Longas reuniões e assembleias, com direito a algumas bufadelas e arranhadelas, a gataria não descansou.... Afinal existiam pessoas associadas inconformadas com as notícias do fecho que se uniram pela vontade de manter o Gato. Vai-se a ver e o incumprimento dos prazos legais de aviso de não-renovação do contrato permitiu ficar tal e qual.... e há a esperança que se mantenha até dezembro de 2019.

A solução?
Não é mais do que o processo já em curso: 12 vadios, novos e velhos, chegaram-se à frente para garantir a maioria das tarefas e turnos necessários à abertura do Gato nos próximos meses. Velha guarda e sangue novo – uns mais cépticos, outros mesmo cáusticos – a experimentar outras formas de cuidar da associação mantendo a sua natureza vadia.

Vão ter de nos continuar a aturar por cá! E depois logo se vê.

O Gato Vadio está vivinho da silva e recomenda-se – já perdemos a conta às vidas que passaram.
Por isso aparece, maldiz, propõe, ronrona, associa-te.... faz-te Vadio! - Saco de Gatos
...

12 a 15 de Setembro | Desassossegos | Obsessão | MostraBrasil | PedroCraveiro | JesúsLizano | DJMutante

Em Setembro, nas paredes vermelhas do Gato Vadio:
“DESASSOSSEGOS”
pinturas de Artur Santos

Desassossegos
Sete telas, sete marcos de uma viagem interior, criadora e diversa! / E os corpos, rudes e grossos, são testemunho e garantia! / Evidências primárias e primeiras da criação, violentos e densos, estão ali, oferecendo-se descontinuidade e rupturas! / E o rosto, está lá também, e sempre, o rosto do criador, é garantia e testemunho! / Vigia, vigia-se, projecta-se, expõe-se, dilui-se e, imóvel, adensa a descontinuidade no movimento de cada tela!/ E ao assumir-se também assim, ruptura, descobre-se e revela-se criação nos modos como está, vê, mostra, explana e representa o mundo e a vida, dizendo de poetas e cantores, de sonhos, de rupturas! / Desassossegos outros, pela mão de um criador que avocou a ruptura  para se dizer vivo!                                   
      António M. Oliveira

Nas quintas de Setembro,
Ted Kaczynski apresenta cenas de Obsessão 

sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre.
 Quinta 12 de Setembro, 21:30h  

Tempo de Amar (1971)
 Minnie and Moskowitz  / 1h 54min
Realizador - John Cassavetes
Ele tem longo cabelo loiro e um impressionante bigode, vive em Nova Iorque, trabalha num parque de estacionamento e vai ao cinema ver filmes com Humphrey Bogart. Ela vive em Los Angeles, trabalha num museu , também vai ver filmes com Bogart e acaba de se separar do seu amante. Nada os aproxima a não ser o facto de ambos estarem sozinhos e vão começar a mais improvável e imprevisível das relações.

 Sexta 13 de Setembro, 21h30 
III Mostra Brasil
Encontro: Desembarcamos no Porto... - Entrada livre
Conversas à volta da imigração, resistência e inserção. 


Código Simbólico - Associação Sociocultural
Que Brasil somos nós?
Esta é a pergunta que inaugura a Mostra Brasil, evento bienal organizado pela Associação Código Simbolico, que chega a sua terceira edição com o propósito de (re)unir vozes e histórias de brasileiros residentes em Portugal.
A Mostra tem início nesta segunda-feira, às 18h, com uma conversa à volta de um café sob a temática "Que Brasil somos nós?", inaugurando um espaço que pretende ser um lugar de fala para as muitas vozes dessa nova vaga de imigração brasileira: Para além das fronteiras, o choque da realidade política brasileira no cenário internacional, a adaptação à cultura do outro e à conquista do seu lugar neste contexto internacional.


RESTANTE PROGRAMAÇÃO 
>>>>> "Um Olhar Além" - Curtas - Entrada Livre / Mostra reúne realizadores brasileiros que residem fora do país e suas visões e versões do mundo, numa mostra de curta-metragens organizada pela FIBRA - Frente Internacional de Brasileiros Antifascista e pela Código simbólico. Quinta-feira, 12 de Setembro, 18h, Zero Box Lodge Hotel.  
>>>>> Mesa Redonda: "A gastronomia como expressão cultural, de identidade, integração e confraternização" - Entrada livre - Realização: Código Simbólico e Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Quarta-feira, 25 de Setembro às 14h30, sala de reuniões da FLUP. 
>>>>> 60 Anos de Bossa Nova - Concerto Beneficente - Bossa Nova em homenagem ao compositor João Gilberto, com o duo Carolina Frederico e André Sousa. Sábado, 28 de Setembro, 21h30, Convento de Francos. 

 Sábado 14 de Setembro, 17:30h 
Leonor Figueiredo e Francisca Camelo apresentam
 HEARTQUAKE de Pedro Craveiro
com prefácio da Tatiana Faia & ilustrações do Gonçalo Sério Limpo
sob a chancela da Novíssima & da Exclamação

 Sábado 14 de Setembro, 21:30h 
Apresentação do livro
Mundo Real Poético de Jesús Lizano 
edição conjunta A Batalha e Barricada de Livros
 organizado e traduzido por Carlos d'Abreu
com a presença do tradutor e editores

 Domingo 15 de Setembro, 18:30h 
Ao 3º domingo de cada mês
DJMutante apresenta
Animações Visuais, VídeoClips e Curtas de Animação

Comentários