Quantas vidas tem um Gato?

Os menos distraídos podem ter reparado que depois de tanto escarcéu afinal o Gato Vadio não bateu com a porta. Longas reuniões e assembleias, com direito a algumas bufadelas e arranhadelas, a gataria não descansou.... Afinal existiam pessoas associadas inconformadas com as notícias do fecho que se uniram pela vontade de manter o Gato. Vai-se a ver e o incumprimento dos prazos legais de aviso de não-renovação do contrato permitiu ficar tal e qual.... e há a esperança que se mantenha até dezembro de 2019.

A solução? Não é mais do que o processo já em curso: 12 vadios, novos e velhos, chegaram-se à frente para garantir a maioria das tarefas e turnos necessários à abertura do Gato nos próximos meses. Velha guarda e sangue novo – uns mais cépticos, outros mesmo cáusticos – a experimentar outras formas de cuidar da associação mantendo a sua natureza vadia.
Vão ter de nos continuar a aturar por cá! E depois logo se vê.

O Gato Vadio está vivinho da silva e recomenda-se – já perdemos a conta às vidas que passaram.
Por isso aparece, maldiz, propõe, ronrona, associa-te.... faz-te Vadio!
- Saco de Gatos


07 a 10 de Novembro | TransEco | DoHeroísmoÀFirmeza | Rede8M | Branding | GirlsOnPrint | Magusto

 Gato Vadio 
O espaço do nr 281 da rua do Rosário tem de ser entregue livre de pessoas e bens a 01 de Janeiro de 2020.
Para que nos ajudem a esvaziar as ainda repletas estantes fazemos em Novembro uma Promoção de Encerramento.
Visitem-nos e aproveitam os descontos especiais
que temos para oferecer.


 Saco de Gatos 
 Associação Cultural e Espaço de Intervenção Social  

ainda à procura de alternativas...

 Gato Vadio 
Aberto de quinta a domingo
Open from thursday to sunday
17h - 24h 


 Saco de Gatos 
 Associação Cultural e Espaço de Intervenção Social  

Bookshop - Coffee Bar
for tramps   pour amoureux
fur auslander   para aburridos
per revoltati   at forstyrre

para gente de todos os lugares
 sempre com entrada livre 


 07 de Novembro, 21:30h 
 
Transformar a economia
Stop! Rodando el Cambio (2013, 97 min.)  


Um documentário gravado por uma equipa de mulheres e financiado colectivamente. Durante um mês viajámos por distintas alternativas entre Espanha e França em busca de outras formas de vida mais respeituosas com o entorno e as pessoas que o habitam. A teoria do decrescimento na qual nos baseamos alerta-nos para a impossibilidade de continuar a produzir como até agora num planeta cujos recursos são finitos. Estes níveis de consumo levaram ao desaparecimento de bosques, a rios e mares contaminados, a sistemas de alimentação intoxicados... tudo isto alimentado pela especulação financeira e uma classe política despreocupada tanto a nível social como meio-ambiental. Quanto tempo mais podemos esperar para que se produza uma mudança de paradigma a nível mundial? É possível vivermos felizes reduzindo drasticamente as nossas necessidades?

 Sexta 08 de Novembro, 21:30h 
reunião do Núcleo da Rede 8M do Porto 
Greve Feminista Internacional
Núcleo do Porto

"DO HEROÍSMO À FIRMEZA"
CONTEXTO AUDIOVISUAL
DA SOCIEDADE PORTUGUESA-1933/1974


No âmbito do ciclo de colóquio e exibição de filme, a Unidade de Informação e
Interpretação do Património da Resistência ao Fascismo no Porto, constituída no
âmbito da intervenção "Do Heroísmo à Firmeza" que decorre no edifício da Ex-PIDE no
Porto, promove um conjunto de sessões dedicadas ao realizador Manuel Guimarães.
Tendo como objectivo a continuação da documentação audiovisual do contexto da
sociedade portuguesa no período entre 1933 e 1974 (com edição semanal desde
2018) apresenta-se uma colectânea exemplar do quotidiano entre as décadas de
1950 e 1960 - "Saltimbancos"; "Nazaré"; "Vidas sem Rumo" e "O Trigo e o Joio".

Local:
"Do Heroísmo à Firmeza"
Unidade de Informação e Interpretação do Património
Percurso dos presos políticos no edifício da ex-PIDE no Porto
Rua do Heroísmo, nº329, Porto

Promotor:
(UNIÃO DOS RESISTENTES ANTIFASCISTAS PORTUGUESES)
"Do Heroísmo à Firmeza"
Unidade de Informação e Interpretação do Património
Percurso dos presos políticos no edifício da ex-PIDE no Porto 

09/11/2019
15h00

Nazaré
 Realizador:
Manuel Guimarães
Portugal, 1952, drama, 81 min, maiores de 12
Sinopse:
A existência dura, mas heróica duma comunidade piscatória, seus conflitos e sentimentos individuais, sobressaindo do drama colectivo, sempre com o mar como holocausto ou origem fertilizadora. O ciclo nascimento-vida-morte é traçado através de diversas personagens, de entre as quais se relata a história de dois irmãos – António e Manuel Manata – um forte e valente, o outro fraco e covarde... [Fonte: José de Matos-Cruz, O Cais do Olhar, 1999, p.99] In http://www.cinept.ubi.pt/pt/filme/2082/Nazar%C3%A9 

 Sábado 09 de Novembro, 17:30h 
 Branding – tipo uma performance a modos que poética 
é um espectáculo em permanente construção, uma manta de retalhos composta a partir de poemas publicados no Debaixo do Bulcão poezine à qual se acrescentam alguns remendos de poetas consagradxs, como Alexandre O’Neill, José de Almada-Negreiros e Calliope. Poesia neurótica-urbano-depressiva-académico-didáctica-festiva&esfuziante. Do povo, com o povo, para o polvo.
Criação de Affonso Gallo, com Baltasar Mingo,
Professor Doutor Abreu Santinho, MC Rinotiiv + DJ/KJ convidado. 

 Sábado 09 de Novembro, 21h30 
Inauguração
De 09 a 29 de Novembro parede vermelha expõe
 gravuras de 3 polacas e 3 portuguesas

  GIRLS ON PRINT 
Aleksandra Midor PL
Ana Torrie PT
Kasia Harciarek PL
Marta Belkot PL
Marta Soutinho PT
Sandra Costa Brás PT

 Domingo 10 de Novembro, 18:00h 

* M A G U S T O * V A D I O *

Comentários