Jornadas da Soda Cáustica | 2 a 11 de Março



Da Relocalização da Economia, à Ediçom Independente, e ao Info-Activismo.

“Eles já estão lá: eles próprios começam a contar os exércitos [do reino] para nada, e infelizmente a força deles está na imaginação; e podemos dizer com toda a certeza que ao contrário de todos os outros tipos de poder, eles podem, quando chegam a um certo ponto, tudo o que eles pensam que podem.” 
Cardeal de Retz a Ana de Áustria 

“ Aquele que deseja e não age pode gerar a peste”, 
William Blake

A cada dia que passa fica a nu que a acumulação do capital não passa da acumulação da pobreza: a destruição social, ecológica e humana. O velho continente, que durante séculos acumulou essa dupla inseparável, deu-se agora ao luxo de alargar e apofundar não só essa pobreza espiritual como também voltando à pura e dura pobreza literal.

A crise não é reconhecermos o que é da ordem da evidência. A nossa crise é conseguir ver e criar alternativas que, a cada dia que passe, apelem e envolvam mais gente. Para isso temos de partir do que somos, do que temos, mesmo que isso seja pouco. Nesse sentido, a crise pergunta-nos: como reunir as forças da imaginação? Como deixar de ter medo do reino de controlo e suas tropas? Como poder tudo aquilo que pensamos?

Vem Às jornadas e junta-te à nossa crise
2 de Março, sexta-feira 

20h | Gato Vadio
Jantar vegetariano: solidariedade com o Musas 

22h | Gato Vadio
Iniciativas de produção local 
Debate e partilha de experiências sobre projectos com Raízes, Agitadoras de Alquimias, Casa da Horta, Musas, Horta-lá

3 de Março, sábado 

10h30 | Raízes
Visita à Horta I: Raízes 
Local de encontro: Gato Vadio

17h | Gato Vadio
Recriar a ordem social e política: Portugal no mundo 
[com Grazia Tanta; mais detalhes abaixo]

20h | Gato Vadio
Jantar vegetariano 

22h | Gato Vadio
15 M La revolución como una de las bellas artes 
[com Faro Critico; mais detalhes abaixo]

4 de Março, domingo 

10h30 | Agitadoras de Alquimias
Visita à Horta II: Agitadoras de Alquimias 
Local de encontro: Gato Vadio
Sábado, 3 de Março | 17h | Apresentação
Recriar a ordem social e política: Portugal no mundo
Grazia Tanta / Esquerda Desalinhada 

# caraterização do capitalismo neoliberal
# fatores do seu dinamismo e instituições
# enquadramento externo de Portugal
# Portugal, situação económica calamitosa
# Manietamento institucional em Portugal
# Paradigmas para a construção de alternativa
# Instrumentos para a construção de uma transição

Sábado, 3 de Março | 22h | Livro
15 M La revolución como una de las bellas artes 

Apresentação pelo grupo Faro Crítico

"Este libro no pretende dirigir nada, y menos lo indirigible, no pretende ser conciencia de nada ni de nadie. No pretende imponer unos programas fijos dados de antemano. Este libro sólo pretende dar que pensar, aportar ideas y, sobre todo, dotarnos de espacios, de cuestiones y perspectivas, y de tiempos diversos para que podamos pararnos a pensar sobre aquello que ocurre, sobre el cambio que están viviendo nuestras sociedades y poder aportar a ese cambio, lugares, pues ahora se abre el lugar de nuestra oportunidad. 
Somos un grupo heterogéneo que trabajamos desde hace tiempo en imágenes, pensamientos, economías, políticas, investigaciones y acciones conjuntas. El nombre “Faro Crítico” indica que nuestra labor es precisamente la de orientar (no dirigir), la de poder iluminar vagamente los límites y linderos para que los barcos de nuestro mundo sepan que pueden encallar si van más allá de su límite propio, del lugar donde pueden habitar. 
Este libro es un conjunto de artículos heterogéneos que enfoca, desde diversas perspectivas el Acontecimiento 15 M; desde la crisis, sin la necesidad de la crisis; desde algunos modos de la postmodernidad, contra una forma capitalista de postmodernidad; desde enfoques históricos, éticos, filosóficos, éticos, físicos, etc. 
Un conjunto articulado de análisis de un acontecer que parece articular las diversas izquierdas."
A consciência não pode render-se mais ao estado actual das coisas. Não é a soda-caústica que nos alimenta, ela apenas nos ajuda a tirar um mundo a limpo. Mundo, onde cada vez mais a nossa vontade de querer viver e de experimentar a aprendizagem colectiva de construir outro mundo não pode ter lugar. Contudo, a crítica não chega para nos deixar despertos.

Estas Jornadas procuram o lugar que aos poucos se vai tecendo, são tão só mais um ponto de partida. Depois, a jornada continua....

Info-activismo:
6ª, 9 de Março | 22h
Mídia Independente em Tempos de Guerra
Filme & Debate

Loesje
Sábado, 10 de Março
11h-16h30: Oficina de Posters 
22h: Partilha e Propriedade
Rip: A Remix Manifesto
SOPA + PIPA + ACTA + #PL118

Filme & Debate


Domingo, 11 de Março
16h: Privacidade 
Filme & Oficina de Auto-Defesa
18h30: Laboratórios Digitais 
Apresentação com Galegas

Sem comentários:

Enviar um comentário