Quantas vidas tem um Gato?

Os menos distraídos podem ter reparado que depois de tanto escarcéu afinal o Gato Vadio não bateu com a porta. Longas reuniões e assembleias, com direito a algumas bufadelas e arranhadelas, a gataria não descansou.... Afinal existiam pessoas associadas inconformadas com as notícias do fecho que se uniram pela vontade de manter o Gato. Vai-se a ver e o incumprimento dos prazos legais de aviso de não-renovação do contrato permitiu ficar tal e qual.... e há a esperança que se mantenha até dezembro de 2019.

A solução?
Não é mais do que o processo já em curso: 12 vadios, novos e velhos, chegaram-se à frente para garantir a maioria das tarefas e turnos necessários à abertura do Gato nos próximos meses. Velha guarda e sangue novo – uns mais cépticos, outros mesmo cáusticos – a experimentar outras formas de cuidar da associação mantendo a sua natureza vadia.

Vão ter de nos continuar a aturar por cá! E depois logo se vê.

O Gato Vadio está vivinho da silva e recomenda-se – já perdemos a conta às vidas que passaram.
Por isso aparece, maldiz, propõe, ronrona, associa-te.... faz-te Vadio! - Saco de Gatos
...

24 a 28 de Abril | Photobook | VardaVive | . | RedeExAequo | . |

Quarta 24 de Abril, 21:30h  

 Photobook Club do Porto 
Jorge Pedra irá apresentar o livro
"Arca de Noé" de Renato Roque
VARDA VIVE
Nas quintas de Abril e Maio
 Gato Vadio homenageia Agnès Varda
sempre pelas 21:30h, sempre com entrada livre.
 
 Quinta 25 de Abril, 21:30h  

 Sem Eira Nem Beira (1985) 
Sans toit ni loi | 1h 45min 
O corpo de uma jovem é encontrado congelado numa vala. Através de flashbacks e entrevistas, vemos os eventos que levaram à sua morte inevitável.

 Sexta 26 de Abril 
 17-24h
Livros ou Discos
Bolachas ou Licores
Cerveja ou Vinho a copo
ou uma longa e intensa conversa...

 Sábado 27 de Abril, 17:30h  
Evento da rede ex aequo
Núcleo LGBTI do Porto

 O que é o consentimento? 
Qual a importância do consentimento na nossa relação com os outros?
De que forma é que a nossa sociedade é consciente sobre a importância
de respeitar o espaço e a vontade do outro?
Vem debater conosco estas questões. Juntos vamos conversar sobre intimidade, consentimento, direito ao nosso corpo e cultura da violação.

 Domingo 28 de Abril 
 17-24h
Livros ou Discos
Bolachas ou Licores
Cerveja ou Vinho a copo
ou uma longa e intensa conversa...

A nossa Livraria  

 ainda recheada com livros de boas,
pequenas e grandes  editoras: 


 7nós &etc afrontamento alambique alikornio ediciones alma azul 
 antígona antipáticas apuro atelier de composição averno 
 barca do inferno barricada de livros bicicleta boca 
 cambalache chão da feira chili com carne  companhia das ilhas
 dafne deriva dois dias edições douda correria edições mortas 
 europress exclamação fenda flan frenesi helastre
 ígneos ignota in a poem nada não edições letra livre 
 livros de bordo lógos montag momo orfeu negro 
 pé de mosca pianola sempre-em-pé sistema solar
 subterrâneas texto sentido tigre de papel unipop 

Na nossa livraria,
O número do centenário de 
A Batalha
Nº 283 - Janeiro-Fevereiro

Nº 283 - Janeiro-Fevereiro

Que pode um jornal anarquista?

Nos 100 anos de A Batalha

História de bolso de A Batalha

As Batalhas do passado e as do presente
[com testemunhos de M. Ricardo de Sousa, João Freire, António Cândido Franco, Mário Rui, Mário Cruz, José Maria Carvalho Ferreira, Paulo de Oliveira e René Berthier]

A liberdade passa por aqui
[entrevista com o Centro de Cultura Libertária]

Dia 1 de fevereiro, um dia antifascista
[J. Miguel]

Comentário sobre a cor amarela
[Pimprenelle]

Abanar o capacete
[Oriano]

Prefácio a Escrito(s) – a – vermelho: antologia de Voltairine de Cleyre (Barricada de Livros, 2019)

Poesia de Beatriz de Almeida Rodrigues, Paulo da Costa Domingos e Jean-Marie Kerwich (versões de Emanuel Cameira)

À lupa
[recensões a Albert Fish: ao vivo em Faro, Batcabelo, Breve y Somera Historia del Anarquismo, Scrap Metal Dealer + Zip-A-Dee-Doo-Dah, Freaker UNLTD #6, Godspunk, vol. 19, Hipsters, A Ideia #84-86, Insert coin, Kuti #50, L'Internationale Modique, Nódoa Negra, Pimenta no cu dos outros para mim é refresco, Not Dead Yet (2011-2018), Radical Rest, Rock Bottom IV, Squish]

Fauxthentic
[Walt Thisney]

Centro Anarquista Português de Artes Modestas
[Marcos Farrajota]

100 anos depois e é isto
[Colectivo da Estrela Decadente: Xavier Almeida e Gonçalo Duarte]

Separadores por Simão Simões

...e ainda um cartaz para celebrar o centenário do jornal!

Ilustrado por
André Pereira, Cecília Silveira,
Dois Vês, Gonçalo Duarte e João Carola

Comentários