Quantas vidas tem um Gato?

Os menos distraídos podem ter reparado que depois de tanto escarcéu afinal o Gato Vadio não bateu com a porta. Longas reuniões e assembleias, com direito a algumas bufadelas e arranhadelas, a gataria não descansou.... Afinal existiam pessoas associadas inconformadas com as notícias do fecho que se uniram pela vontade de manter o Gato. Vai-se a ver e o incumprimento dos prazos legais de aviso de não-renovação do contrato permitiu ficar tal e qual.... e há a esperança que se mantenha até dezembro de 2019.

A solução?
Não é mais do que o processo já em curso: 12 vadios, novos e velhos, chegaram-se à frente para garantir a maioria das tarefas e turnos necessários à abertura do Gato nos próximos meses. Velha guarda e sangue novo – uns mais cépticos, outros mesmo cáusticos – a experimentar outras formas de cuidar da associação mantendo a sua natureza vadia.

Vão ter de nos continuar a aturar por cá! E depois logo se vê.

O Gato Vadio está vivinho da silva e recomenda-se – já perdemos a conta às vidas que passaram.
Por isso aparece, maldiz, propõe, ronrona, associa-te.... faz-te Vadio! - Saco de Gatos
...

...


Defamation (Israel)
Yoav Shamir

MÉDIO-ORIENTE – Ciclo de Documentários

Quarta-feira, 16 de Junho, 22h

Entrada Livre







O que é o anti-semitismo de hoje, duas gerações após o Holocausto?
Na sua contínua exploração da vida moderna israelita, o documentarista Yoav Shamir (Checkpoint, 5 Dias, Flipping Out) viaja pelo mundo em busca das manifestações modernas do velho ódio anti-semita, e descobre algumas respostas surpreendentes.
Nessa busca irreverente, ele segue os líderes judeus americanos que visitam capitais europeias para advertirem os governos da União Europeia da crescente ameaça do anti-semitismo, ou acompanha uma classe de estudantes do ensino secundário de Israel em peregrinação a Auschwitz.
No seu caminho, Shamir conhece o controverso historiador, Norman Finkelstein, que reitera os seus impopulares pontos de vista sobre a forma que o anti-semitismo está a ser usado pela comunidade judaica e especialmente por Israel para obter ganhos políticos e justificar as acções políticas e militares.
O filme questiona as nossas percepções e terminologias quando um evento proclamado por alguns como anti-semita é descrito por outros como legítimo criticismo às políticas do governo de Israel. O filme percorre a fronteira entre o anti-sionismo, a rejeição da noção de um Estado judeu, o anti-semitismo e a rejeição de judeus. Será a primeira utilizada como desculpa para o último? E haverá uma diferença entre o actual anti-semitismo e o típico velho racismo que hoje afecta todas as minorias?

As opiniões frequentemente diferem e os ânimos costumam ficar exaltados, mas em Defamation uma coisa é certa - só ao entender a resposta deles ao anti-semitismo podemos realmente entender o modo como hoje os judeus, e especialmente os modernos israelitas, respondem ao mundo que os rodeia, em Nova York e Moscovo, na Faixa de Gaza e em Tel Aviv.
Defamation ganhou 2 prémios de melhor documentário no Asia Pacific Screen Award e no Warsaw International Film Festival.

2009
94 min
Israel
Yoav Shamir



Comentários