30 de Julho a 03 de Agosto - Pasolini // Guerras // Giacometti // WatermelonMan

Aberto de 4ª a Domingo das 17h às 24h
>>> também em AGOSTO <<<

 

Quarta-feira, 30 de Julho, 21:30h

 
"Uma Vida como a Arte" apresenta ...
sessões de cinema de Pier Paolo Pasolini e recolha de depoimentos dos presentes sobre os filmes exibidos.

"Édipo Re
(1967)

 

Em Itália um casal tem um filho. O filme transporta-se para a antiguidade, onde o pai o abandona no deserto, em seguida é recolhido e vive com os seus pais adoptivos.

Quinta-feira, 31 de Julho, 21:30h

 
Nas quintas de Julho D'Flagra apresenta...
Ciclo de cinema sobre Guerras...

Iraque
Turtles can fly
2004
Bahman Ghobadi
(1h38m)

 

Na fronteira Turco-Iraquiana, num campo de refugiados, crianças passam o seu dia-a-dia.

 Iniciamos Agosto... 
 

... e gostavamos de ocupar as noites de Sexta e Sábado a revisitar Michel Giacometti... faça-nos companhia, pelas 21:30h!

 

Domingo, 03 de Agosto, 21:30

 

Watermelon Man

 
Uma comédia-drama Americana, escrita por Herman Raucher. Conta a história de um vendedor de seguros branco, numa época extremamente intolerante dos anos 1960, chamado Jeff Gerber, que um dia acorda e repara que se tinha transformado num negro. O filme foi inspirado no Metamorfose de  Franz Kafka e pela autobiografia de John Howard Griffin: Black Like Me.
 
Melvin van Peebles
1970, 100 min

 

A 7Nós na nossa Livraria


7Nós é uma editora fundada no Porto em 2008,
dedicada à publicação de literatura crítica do século XX e XXI.

 

Título: Cada Homem Um Artista
Autor: Joseph Beuys
Tradução, introdução e notas: Júlio do Carmo Gomes
Capa: Maja Marek
2.ª Edição | Ano 2011 | N.º de páginas:  208
Tiragem: 750 exemplares

 

Título Original: Parecon - Life After Capitalism
Autor: Michael Albert
Tradução: Júlio do Carmo Gomes
Capa: Maja Marek
1ª edição | Ano 2013 | Nº de Páginas: 376
Tiragem: 
1000 exemplares

23 a 27 Julho - Pasolini // Guerras // Beirut // Averno // Artesãos // Checkpoint

Quarta-feira, 23 de Julho, 21:30h

 
"Uma Vida como a Arte" apresenta ...
sessões de cinema de Pier Paolo Pasolini e recolha de depoimentos dos presentes sobre os filmes exibidos.

"Mamma Roma" 
(1962)

 

Mamma Roma, após alguns anos na prostituição, adquire um apartamento e um posto de venda de fruta. Ela deseja que o seu filho siga um bom caminho, mas a inserção deste na sociedade será difícil.

Quinta-feira, 24 de Julho, 21:00h

 
Nas quintas de Julho D'Flagra apresenta...
Ciclo de cinema sobre Guerras...

Bosnia
Underground
1995
Emir Kusturica
(2h50m)


Uma história da ex-Jugoslávia, que começa na II Guerra Mundial e termina na guerra dos Balcãs. 

Sexta, 25 de Julho, 21:30h
 

A escritora espanhola Elena López convida-nos a descobrir o Líbano através de duas almas à deriva que se conhecem por acaso em Beirute durante a guerra provocada por Israel no verão de 2006 após o rapto de dois dos seus soldados pelo Hezbollah na fronteira.


«Solo él me llama Marina di Beirut»
 

Publicado no Líbano em 2010 em língua francesa, vem por fim à luz em castelhano e a sua autora escolheu o Porto para o apresentar.

Sábado, 26 de Julho, 18:00h
 

Apresentação de

M A T É R I A
de Rosa Maria Martelo

por Luís Miguel Queirós,

com a presença da Autora e dos Editores seguida de conversas e leituras em torno dos números mais recentes das revistas:


Cão Celeste
&
Telhados de Vidro

 

Sábado, 26 de Julho, 21:30

 

Helena Caetano e João Rodrigues

apresentam um livro documental sobre pessoas que mantêm vivos os ofícios artesanais em risco de desaparecer:

"Os Últimos Artesãos do
Vale do Paiva"

As serranias circundantes do rio Paiva foram escolhidas para imortalizar a indústria manual que ainda existe através dos últimos artesãos. Os autores deste livro passaram meses a criar laços com cesteiros, tamanqueiros, alfaiates, entre outros.

Domingo, 27 de Julho, 21:30

 

Checkpoint

 
 

Checkpoint é um documentário que capta os encontros forçados entre soldados israelitas e palestinianos nos postos de controlo militar por toda a Cisjordânia.
A Cisjordânia e a Faixa de Gaza estão sob autoridade militar de Israel desde 1967. Mais de três milhões de palestinianos vivem numa nação sob ocupação 
israelita. Quando eles querem passar de uma aldeia ou cidade para outra, para visitar parentes ou médicos, ou para ir ao trabalho, eles têm que passar por estes postos de controle israelita.
De 2001 a 2003, o documentarista Yoav Shamir, ele próprio ex-militar de um posto de controlo, filmou e criou um registo vérité incrivelmente honesto e comovente de várias ocorrências nesses postos de controlo. Este filme experimental transmite uma série de tristes encontros entre palestinianos humilhados e os, fortemente armados e frequentemente muito jovens, soldados israelitas, que às vezes se sentem pouco à vontade nos seus papéis de comando. Mas estes homens são também muitas vezes auto-confiantes, aparentemente tendo prazer em intimidar os palestinianos, fazendo-os esperar horas à chuva intensa ou ao sol ardente, assediando as mulheres e ridicularizando os homens. A tensão é palpável quando um grupo grande de palestinianos ignora a ordem de voltar e colectivamente passam o bloqueio. A impressão geral é de uma situação sem fim, em que as pessoas de ambos os lados são forçadas em posições que deixam pouco espaço para dignidade humana.

 

Yoav Shamir
2003, 80 min

com legendas