9 a 12 de maio - Cinema Espanhol, Bahia Praça Poesia, Alforria Blues, Flores Silvestres, Assembleia Geral e a Lei Da Terra

ATENÇÃO:
NOVO HORÁRIO DE PRIMAVERA
DE 5ª FEIRA A DOMINGO
DAS 17H ÀS 24H





Quinta, 09 de Maio
Aberto das 17:00 às 24:00h


Filme:  21:30h
 
CICLO DE CINEMA REVOLUCIONÁRIO ESPANHOL
A TORTILHA ÁKRATA


TIERRA Y LIBERTAD
 
de Ken Loach, 1995. (110')
O desejo de defender a liberdade impulsionou pessoas de diferentes nacionalidades a desembarcarem em Espanha no período de 1936-1937. Tendo como pano de fundo a Revolução Espanhola, Tierra y Libertad conta a história de um jovem desempregado comunista, David, que deixa a sua cidade natal, Liverpool, para se juntar à luta contra o fascismo. Na sua vivência durante a guerra, e depois de várias reviravoltas, vai tomando cada vez mais consciência de que a ganância pelo poder e pela propriedade são inimigos de uma vivência pacífica e justa neste mundo.





Sexta, 10 de Maio
 Aberto das 17:00 às 24:00h


Filme:  21:30h

BAHIA, PRAÇA DA POESIA

de LUÍS COSTA
 

(18 min., DV)
 
Filme documental rodado na cidade de  S. Salvador, Brasil.
É composto por três discursos poéticos registados na rua e de improviso,
por esta ordem: O Poeta Rafael; A Praça é do Povo; Bule Bule da Bahia.
A sessão conta com a presença do autor.
 


 

Sábado, 11 de Maio
Aberto das 17:00 às 24:00h



Lançamento livro:   17:00h


ALFORRIA BLUES
OU
POEMAS DO DESTINO DO MAR

DE JÚLIA DE CARVALHO HANSEN


Em “alforria blues ou Poemas do Destino do Mar” existem dois juntos em um, o que prova ser um livro sobre a biodiversidade. O de letras capitulares é um cavalo que querendo ter mãos para construir uma ânfora, foi tão devassado pelo dom de tê-las, que se transformou em um pássaro, que se transformou em açúcar: a primeira droga que experimentamos. Gasto açúcar, tua pele perdida feito cobra trocada na sombra da copa de uma árvore carregada: “alforria blues” é porque deve haver um jeito mais fácil de comer romã. Mas não se entretenha muito com o que diverge, os dois se acompanham, e quando um diz que tudo está em aberto, o outro responde: sim, está aberto e entre nós.








Apresentação livro:   21:00h


FLORES SILVESTRES,
UMA ANTOLOGIA DE
ABELE RIZIERI FERRARI














 

Domingo, 12 de Maio
Aberto das 17:00 às 24:00h



Assembleia Geral:   17:00h


Convocam-se todos os associados da Associação Saco de Gatos para uma Assembleia Geral Ordinária, a realizar no próximo dia 12 de Maio, pelas 17 horas, nas instalações da dita associação, na Rua do Rosário, 281, 4050 PORTO.





Filme:  21:30h


A LEI DA TERRA



GRUPO ZERO
1977
64 min.

O processo da reforma agrária no Alentejo é visto através de uma análise das estrutura sociais e da luta de classes, culminando com a ocupação de terras pelos camponeses e pela tentativa de criação de novas relações laborais e de propriedade.
Face à sabotagem económica dos patrões e antigos proprietários, os trabalhadores organizam-se em sindicatos, reclamam emprego e salários justos. Procuram estabelecer uma lei revolucionária: «A terra a quem a trabalha!». Organizam-se em cooperativas e unidades colectivas de produção.
Reagem os agrários expropriados, apoiando-se nos intermediários, nos agricultores do Norte e nos seareiros do Sul.











A Associação Saco de Gatos agradece que não seja publicitada a sua programação (reservada aos seus associados e convidados) nos meios de comunicação social.

Sem comentários:

Enviar um comentário