30 de Janeiro a 3 de Fevereiro / Livros, DEBTOCRACY + CATASTROIKA



Quarta, 30 de Janeiro

Aberto das 19:00 às 24:00h



Quinta, 31 de Janeiro

Aberto das 19:00 às 24:00h


UM LIVRO POR MÊS         22:00H

Não-Lugares. Introdução a uma Antropologia da Sobremodernidade 
de Mac Augé


«Não-Lugares. Introdução a uma Antropologia da Sobremodernidade» de Mac Augé, editado recentemente pela Letra Livre, é a obra escolhida para o encontro mensal da Gato Vadio sobre livros e ideias. O conceito de não-lugar irrompe em pleno tumulto pós-modernista e fez, desde então, escola em muitos debates sobre a contemporaneidade. Ao trazê-lo à discussão mais não pretendemos que ensaiar uma abordagem crítica da hipermodernidade em que vivemos, e uma denúncia do individualismo consumista e rastejante que a todos nos invade.
A dinamização da sessão sobre os não-lugares estará a cargo de António Silva, professor do ensino secundário e activista social.




Lamentamos informar que os concertos programados para os dias 2 e 3 de Fevereiro foram cancelados.
Em breve serão lançadas novas datas para SOUZZAFONE e PRESIDENTE DRÓGADO.
NÃO PERCAM A NOVA PROGRAMAÇÃO PARA ESTE FIM-DE-SEMANA!


Sexta, 1 de Fevereiro 
Aberto das 19:00 às 24:00h

DEBTOCRACY  21:30h


Debtocracy, 2011, 74 min.
Katerina Kitidi e Aris Chatzistefanou
Grécia

‘Dividocracia’ procura perceber as causas da crise da dívida soberana e propõe soluções alternativas, ocultadas pelo Governo e pelos meios de comunicação social dominantes.” É sem dúvida um documentário polémico. A premissa é a de que se a democracia é feita para servir os cidadãos, o sistema em vigor na Grécia funciona para servir a dívida. “Dividocracia” explora uma teoria, segundo a qual, a dívida contraída pela Grécia pode ser considerada ilegal.



 

Sábado, 2 de Fevereiro
Aberto das 17:00 as 24:00h


CATASTROIKA
PRIVATIZATION GOES PUBLIC  
21:30h



Catastroika, 2012, 87 min.
Katerina Kitidi e Aris Chatzistefanou
Grécia


"O novo documentário da equipa responsável por Dividocracia chama-se Castastroika e faz um relato avassalador sobre o impacto da privatização massiva de bens públicos e sobre toda a ideologia neoliberal que está por detrás. Catastroika denuncia exemplos concretos na Rússia, Chile, Inglaterra, França, Estados Unidos e, obviamente, na Grécia, em sectores como os transportes, a água ou a energia. Produzido através de contribuições do público, conta com o testemunho de nomes como Slavoj Žižek, Naomi Klein, Luis Sepúlveda, Ken Loach, Dean Baker e Aditya Chakrabortyy. 
De forma deliberada e com uma motivação ideológica clara, os governos daqueles países estrangulam ou estrangularam serviços públicos fundamentais, elegendo os funcionários públicos como bodes expiatórios, para apresentarem, em seguida, a privatização como solução óbvia e inevitável. Sacrifica-se a qualidade, a segurança e a sustentabilidade, provocando, invariavelmente, uma deterioração generalizada da qualidade de vida dos cidadãos.
(...)Catastroika rompe com o discurso hegemónico omnipresente nos media convencionais, tornando bem claro que o desafio que temos pela frente é optar entre a luta ou a barbárie."

 


Domingo, 3 de Fevereiro
Aberto das 17:00 as 24:00h





A Associação Saco de Gatos agradece que não seja publicitada a sua programação (reservada aos seus associados e convidados) nos meios de comunicação social.

Sem comentários:

Enviar um comentário