17 a 21 de Junho - // Brando50 // DoudaCorreria // Ópera // ><(((((º> // Poliamor

Quinta, 18 de Junho, 21:30h  

Nas quintas de Junho GatoVadio apresenta...

Marlon Brando no início dos anos 50

LASLO BENEDEK
The wild one
O Selvagem
(1953 / 79m)

Johnny, o lider de um grupo de jovens inconformistas e desordeiros invade uma pequena cidade da Califórnia com as suas motas. Kathie, uma rapariga local, fará com que ele comece a ver as coisas de modo diferente.

 Sexta-feira, 19 de Junho, 21:30h 

leitura e apresentação por
Nuno Moura e Ana Deus

 na curva da cobra
  nos cornos do touro   

 no couro do tigre
  na voz do elefante   

de Cavalodadá 
(Reuben da Cunha Rocha)
capa de JAS João A. Silva
Douda Correria #24

 Sábado, 20 de Junho, 17:00h  


Nas audições comentadas por
Virgílio Melo 
chegamos a
O Classicismo (iii) - A ópera em Mozart

 Sábado, 20 de Junho, 21:00h  

Jardinhada entre Santos Vadios 
.Ementa:
Sardinha assada 
ou Espetada vegetariana
+ Pimentos +
Caldo Verde com ou sem chouriço
+ Broa +

carvão e boa disposição
 


Inscrições abertas até 20h do dia 19
através do e-mail 
lebm.44@gmail.com 

 

 Domingo, 21 de Junho, 17:00h

Domingos na Treta 
um ciclo de conversas informais sobre temas de interesse da comunidade LGBTQIA+ com gente que sabe alguma coisa do que está a falar.
A quarta conversa informal focará o poliamor e as vicissitudes da vida 

 e contará com a presença de Ana C.Pires e Sara Oliveira.

O FAqTO - Fato Queer surgiu há pouco mais de um mês. Nascemos da ideia de que é preciso dar mais visibilidade às pessoas LGBTQIA+, não só na altura das marchas, mas durante todo o ano, todos os dias, sempre que possível.
Nesse sentido chega agora a nossa primeira iniciativa, Domingos na Treta - um ciclo de conversas informais que irá abordar alguns temas que acreditamos ser de interesse para a comunidade LGBTIQIA+ do Porto, e não só! Esta primeira edição dos Domingos na Treta vai focar na bissexualidade, na transexualidade, no coming out sob a perspectiva de pais e mães de pessoas LGBTQIA+, no poliamor e no papel das mulheres (e do feminismo) no movimento LGBTQIA+ português.
Queremos aproveitar a movimentação política e de consciência social que acontece durante a época das marchas para trazer alguns assuntos à tona, mas o nosso objetivo principal é que isto não pare por aqui. Queremos falar sobre mais assuntos relevantes, ajudar a dar voz às pessoas LGBTQIA+ e dar a conhecer as suas vivências.
Só foi possível organizar este ciclo de conversas devido a ajuda do Gato Vadio, que nos cedeu o espaço para a realização deste ciclo, e com a ajuda fundamental de pessoas, associações e coletivos. Por isso fica aqui o nosso agradecimento ao 
Gato Vadio, às pessoas que, em nome individual, aceitaram o nosso convite e às Actibistas - Coletivo Pela Visibilidade Bissexual, à Amplos Bring-out, ao Braga Fora do Armário, àAssociação Jano Portugal, ao PolyPortugal e à rede ex aequo.
Venham conversar connosco!

Sem comentários:

Enviar um comentário