07 a 11 de Janeiro - // Paranoid // NãoVouFicarCalada // VirgílioMelo // Surpresa

Quinta, 08 de Janeiro, 21:30h 

filmes avulso

PARANOID PARK
Gus Van Sant
82 m

Alex, um jovem skater, vê-se envolvido na morte de um segurança nas imediações do mais famoso parque de skate de Portland. Quando a investigação policial começa Alex decide manter o acidente em segredo.

(2007)

 Sexta, 09 de Janeiro, 22:00h 


I WON'T GO QUIETLY / NÃO VOU FICAR CALADA

6 mulheres, um diagnóstico – VIH positivo, no entanto, saudáveis!

um filme de Anne Sono

O que é exactamente o VIH? O que constitui a SIDA?
Porquê as previsões sobre uma epidemia iminente não acontece nos países ocidentais? Porque é África particularmente afectada?
Como é possível que uma doença sexualmente transmissível supostamente afecte90% da comunidade gay e ainda poupe heterossexuais por comparação?
Como é que há pessoas VIH
 positivas que ainda estão saudáveis mesmo passado décadas após o seu diagnóstico?
Este filme é dedicado às questões pendentes em torno do VIH. Mostra como seismulheres muito diferentes lidaram com este diagnóstico devastador e como elasrecuperaram a sua saúde e a dos seus filhos.
Temos que aceitar a morte, só porque um médico nos diz que vamos morrer?
Este filme vai mudar tudo o que você achava que sabia sobre VIH e SIDA.

 Sábado, 10 de Janeiro, 17:00h
 

VIRGÍLIO MELO  
[n. 1961] – É o compositor que se mostra na 7ª sessão das
Conversas com Compositores Portugueses Contemporâneos 
ANTÓNIO CHAGAS ROSA, anterior convidado das sessões, será agora o intermediário de uma conversa à volta da obra desta histórica figura da composição contemporânea em Portugal.

Compositor, professor e musicógrafo, nasceu em Lisboa, em 1961.
Inicou estudos musicais no Conservatório Nacional daquela cidade em violino e composição, tendo sido particularmente marcado pelas aulas de Constança Capdeville e de Santiago Kastner.
Estudou composição com Emmanuel Nunes em Paris e Colónia como bolseiro da Fundação Gulbenkian.

Obteve o Diploma de Composição, por unanimidade, na Ecole Normale de Musique de Paris, o Primeiro Prémio de Estética do Conservatoire Supérieur de Musique de Paris e Segundo Prémio de Música Electrónica no Conservatoire Royal de Musique de Liège (Bélgica). Frequentou o Curso de Técnico de Som no Institut des Arts de Diffusion em Louvain-la-Neuve (Bélgica).
Estão igualmente disponíveis registos de obras suas em CD. Como musicógrafo colaborou com diversos textos tanto para publicações especializadas, como para outras de carácter mais generalista, nomeadamente no jornal Público, na revista Colóquio/Artes, Arte Musical, em diversos programas de concertos para Gulbenkian, TNSC, entre outros, e na colecção Compositores Portugueses Contemporâneos.
Realiza regularmente sessões de audição comentada, em particular no Norte do País, com a Associação Músicas e Músicos, de que é vice-presidente. Possui igualmente experiência de direcção musical de agrupamentos vários, tendo tido aulas privadas de direcção de orquestra com Luca Pfaff e Jean-Claude Harteman.

 Sábado, 10 de Janeiro, 21:30h
 

Se veio assistir às
Conversas com Compositores Portugueses Contemporâneos
regresse ao nosso espaço depois do jantar e assista
à surpresa musical que preparamos para si.

 
Se não pode vir à tarde não perca também
surpresa musical que preparamos para si.
Expandir

 A acontecer brevemente ... 

Sábado, 17 de Janeiro, 17:00h
nas audições comentadas por Virgílio Melo :

"Os instrumentos da orquestra"

Sábado, 17 de Janeiro, 20:30h 
A Cozinha da Kaya traz ao gato
farrapo velho especial vegetariano / vegan sem gluten

Quarta, 21 de Janeiro, 21:30h 
 apresentação do livro “CAPITALISMO Y ECONOMÍA MUNDIAL”
pelo próprio autor Xabier Arrizabalo Montero

Sexta, 30 de Janeiro, 21:30h 
 Conversa / debate com Nuno Santos Carneiro:
O (In)Humano nas Malhas das Identidades

Sem comentários:

Enviar um comentário