18 a 23 Junho - PAH // Milão // CallCenters // JANO // Flanzine // Jardinhada // Livros e Discos

Quarta-feira, 18 de Junho, 21:30h

 
Combate pela Habitação! 

Sessão com activistas da PAH 

 

De 18 A 22 DE JUNHO, duas activistas de Madrid e Barcelona da PAH
PLATAFORMA DE AFECTADOS POR LA HIPOTECA (
http://afectadosporlahipoteca.com/) vão estar no território português para dinamizar sessões no PORTO, LISBOA e COIMBRA onde vão apresentar a PAH, o seu modo de organização nos bairros, as estratégias de resistência a despejos e a Obra Social.
Esperamos que nestas sessões possamos aprender com o caminho já percorrido pelos companheiros e companheiras do Estado espanhol e que sirvam como ponto de partida para um trabalho mais contínuo por cá em defesa da habitação. Que as suas experiências e conhecimentos possam ser aproveitados e adaptados às diferentes realidades específicas do território português.

Sí Se Puede!

A HABITAÇÃO ESTÁ EM CRISE

Algo que era suposto ser um direito é esquecido no meio da especulação das imobiliárias, da ganância insaciável dos bancos, das penhoras levadas a cabo pelo Estado e pela Segurança Social e dos senhorios a esfregar as mãos com o Novo Regime de Arrendamento Urbano.

O número de pessoas que vive na rua aumentou drasticamente, na mesma medida em que aumentou o número de casas vazias. Casas que são prontamente emparedadas pelos poderes políticos e económicos e entregues à especulação, em vez de serem lares para seres humanos.

Aqui ao lado, no Estado espanhol, muito se tem feito para defender o direito à habitação. A população, organizada em assembleias de vizinhos e nos núcleos locais da Plataforma de Afectados pela Hipoteca (PAH), horizontal e apartidária, conseguiu parar nos últimos 5 anos mais de 1100 despejos e realojar outras tantas pessoas.

SOBRE A PAH

A PAH é uma plataforma que surgiu há cinco anos em Barcelona e que tem levado a cabo uma luta aguerrida pelo direito à habitação. Desde 2009, cresceu imenso e estendeu-se a todo o Estado espanhol, possuindo neste momento mais de 200 núcleos locais. Possuí uma forte ligação aos bairros, sendo caracterizada por uma organização horizontal, assembleária e descentralizada. Usando formas múltiplas de agir - que vão desde o bloqueio de despejos para ganhar tempo para renegociar com os bancos, imobiliárias ou câmaras, até a ocupações de blocos de apartamentos inteiros por famílias desalojadas -, a PAH já conseguiu impedir mais de 1100 despejos e realojar outras tantas pessoas.


No FB

Quinta-feira, 19 de Junho, 21:30h

 
Nas quintas D'Flagra apresenta...
Uma visão sobre algumas das principais cidades ocidentais...

 MILÃO
Romanzo de una Strage
Marco Tullio Giordana (2012)
(2h09m)

Uma visão policial da turbulência política italiana de finais de 60. Brigadas Vermelhas, Anarquistas e Neo-Fascistas conspiram, infiltram-se e a par de uma política extra-parlamentar e assembleária realizam atentados.

Legendado em Espanhol

Sexta-feira, 20 de Junho, 18:00h

 
Sessão de lançamento e apresentação do livro
Call Centers
de João Carlos Louçã
comentado por

Manuel Loff

e

Adriano Campos

A investigação realizada por João Carlos Louçã dá-nos conta essencialmente das consequências deste tipo de situações para os trabalhadores, através da observação das formas de intensificação do trabalho e de gestão (controlo) da mão-de-obra, bem como das formas de resistência por parte dos trabalhadores. A sua análise detalhada permite-nos concluir por uma regressão das formas de trabalho, em que os direitos sociais associados ao trabalho são cada vez menos uma realidade. (...)
Inês Fonseca
 
Serão estes trabalhadores e trabalhadoras de call center exemplo de “proletarização” da modernidade? Até que ponto os call centers serão as novas fábricas do século XXI remetendo os trabalhadores destes serviços a uma existência na base da pirâmide social? Serão as novas técnicas de gestão de recursos humanos e de organização do trabalho em call centers equivalentes atuais das teorias de Ford e Taylor no início do processo de produção em massa das sociedades industriais do início do século passado?
Questões que poderão sempre obter respostas a vários níveis, mais ou menos convergentes, mas que não poderão nunca deixar de tomar em consideração os homens e as mulheres que desta maneira vendem a sua força de trabalho, as consequências para as suas vidas na continuidade e divergência entre estes dois períodos históricos. (...)
João Carlos Louçã

Todas as Sextas de Junho

A JANO
Associação de Pessoas com Disforia de Género

apresenta ciclo de cinema dedicado às vidas das pessoas transsexuais. Dois filmes, dois documentários, e conversa a acompanhar. Acompanhados pela JANO, vamos falar das vidas reais dos homens e mulheres transsexuais, de forma clara e informada, pelas vozes das próprias, e de quem as acompanha todos os dias. A entrada é livre e gratuita – vem, e traz amig@s!

Oradores:
António Salema (psicólogo, Hospital Magalhães Lemos)
João Melro (técnico de segurança social)
Luísa Reis (activista)
Zélia Figueiredo (psiquiatra, Hospital Magalhães Lemos)

Sexta-feira, 20 de Junho, 21:30h
 
SOUTHERN CONFORT
Melhor Documentário: Sundance Film Fest, Seattle International Film Fest, Berlin Film Fest
Ano de estreia: 2001/ País: EUA / Duraçao: 90'
Realizadora: Kate Davis

Sinopse
Southern Comfort conta-nos a historia dos últimos dias de Robert Eads. Começando na Primavera de 1998, as câmaras acompanharam Eads até ao Inverno seguinte. Um homem transsexual diagnosticado com cancro nos ovários, Eads viu 25 oncologistas negarem-lhe acesso ao tratamento, por recearem o impacto da presença de um paciente transsexual nas suas clínicas. Entre planos da vida familiar, e a última ida à conferencia anual Southern Comfort, Eads partilha connosco a sua vida, consciente que o tempo lhe escapa a cada dia.
 

Sábado, 21 de Junho, 18:30h
 

Lançamento Flanzine #4

Carrossel

com a presença de alguns autores e leitura de alguns textos.

Domingo, 22 de Junho, 21:30h
 

"o lado negro da copa"
 
É nosso costume não nos deixarmos arrastar pela corrente sem perceber primeiro para onde nos leva. Portanto, no gato vadio não vai haver jogo de futebol, mas sim discussão.

Vamos ver juntos dois curtos documentários : "the prize of the world cup" e "the other side of the brazil world cup" sobre as violações de direitos humanos e o desperdicio de dinheiro relacionados com a organização dos mundiais de futebol que estão a decorrer.

Depois seguimos com debate.

 

Segunda-feira, 23 de Junho, 20:00h
 

Celebramos a entrada no Solstício de Verão,

2ª liturgia com

 
Jardinhada de Santo João vadio

Ementa:
Sardinha assada
Pimentos
Caldo Verde
Broa


Inscrições abertas até ao dia 22 de Junho através do e-maillebm.44@gmail.com

Sem comentários:

Enviar um comentário