27 a 30 de junho / GREVE GERAL, A Map for Saturday, SOS Racismo, Alicia Edelweiss

Quinta, 27 de Junho- GREVE GERAL (aberto das 21:00 às 24:00h)



Filme
21:30h
CICLO DE CINEMA - A ESTRADA – 
A busca de si próprio, a vagabundagem, a aventura, o retorno às origens...
SELECÇÃO DE NOÉ ALVES



A Map for Saturday de Brook Silva-Braga  (2007) 
Um jovem mochileiro que faz 1-year-gap: Um ano inteiro à volta do mundo. Entrevistas com outros viajantes na mesma situação por quatro continentes.
(falado em Inglês, não legendado)

 
== == == == == == == == == == == == == == == == == == == == == ==

Sexta, 28 de Junho (aberto das 17:00 às 24:00h)

Filme  21:30h


Algumas das histórias mais marcantes de duas décadas de luta contra as discriminações pelo SOS Racismo. Este filme é um instrumento para promover o debate sobre a discriminação. Uma ferramenta pedagógica para ser usada em escolas, associações, comunidades.
Para mais informações: www.sosracismo.pt
https://www.youtube.com/watch?v=XWy-zgFpKO0


== == == == == == == == == == == == == == == == == == == == == ==
Sábado, 29 de Junho (aberto das 17:00 às 24:00h)

 

Concerto  
21:30h

 
Alicia Edelweiss

Itinerante por toda a Europa, Alicia Edelweiss tropeçou em Portugal, onde encontrou inspiração para começar a escrever e cantar sobre as suas viagens e os personagens duvidosos que ela conheceu nelas, não esquecendo a dor de ter que viver consigo mesmo. Desde então, ela está compartilhando a sua música não só na rua - a sua missão, como a própria diz, é "subtilmente fazer as pessoas perderem a fé na raça humana."

Roving around Europe Alicia Edelweiss stumbled into Portugal, where she found herself inspired to start writing and singing about her travels and the dubious characters she met on them, not forgetting the pain of having to live with oneself. Since then, she's been sharing her music not just on the street – her mission, as she says, being "to subtly make people lose faith in the human race". 
 




== == == == == == == == == == == == == == == == == == == == == ==
 

Domingo, 23 de Junho (aberto das 17:00 às 24:00h)
 


20 a 23 de junho / Ciclo a Estrada, Espadas de Fogo, Occupygezi e S. João

Quinta, 20 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h



Filme:  21:30h
 
 
CICLO DE CINEMA
- A ESTRADA –
A busca de si próprio,
a vagabundagem, a aventura,
o retorno às origens...

SELECÇÃO DE NOÉ ALVES



EXILS
Tony Gatlif (2004)
Um jovem, descendente de retornados da Argélia e a sua companheira, descendente de imigrantes magrebinos, fazem uma viagem de mochila até à Argélia desde Paris.


Sexta, 21 de Junho
 Aberto das 17:00 às 24:00h

Filmes:  22:00h


A Guerra das Espadas de Fogo
(Salvador, 2007)

A véspera do dia de S. João em Cruz das Almas



O Dia Seguinte
(Porto 2013)

O dia de S. João em Cruz das Almas,
depois da Guerra das Espadas de Fogo.


Filmes de Luis Costa.

Sessão com a presença do realizador.



 
 

Sábado, 22 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h


Conversa/Apresentação:  21:00h



#OccupyGezi:
Protests and repression in Turkey
[english/portuguese]
Apresentação dos últimos acontecimentos na Turquia.
Por Ismail Küpeli, um activista e cientista político turco que vive actualmente no Porto.


There will be at least 3 parts. First would be a short introduction about what happened in Turkey in the last two weeks. After that we would watch some short documentaries about why the people are protesting. And i could try to give an insight to the background of the protests, about what happened in the last years. It would be like this:

The struggle about the Gezi-Park in Istanbul has unexpected and even for well-informed activists and political observers quite surprising. It seemed to be only a local issue, just important enough for the neighborhood. But it served as a spark for the biggest country-wide protest in Turkey of the last years – maybe even for the whole decade.

To understand this rapid development, one needs to dig a little bit deeper. There are two explanations why so much people are protesting now on the streets:

The ruling AKP-party came to power in 2002, because many people from very different political tendencies hoped that this party will overcome the old regime and there will be a process of political reforms, like introduction of human rights and peace in the kurdish regions of Turkey. But this hope vanished in the last years, when the AKP-government started waves of repression against the opposition. People put in prison with false accusations for years and even intellectuals and public figures were not spared out of the repression. More and more people understood, that the AKP has taken an authoritarian tendency and that there is the need to protest against this tendency.

In the same time (from 2002 to now) different social and ecological movements started, where the ethnic divisions between the people have been overcome. One important example is the campaign against GAP. GAP is a huge state project to build 22 big dams, mostly in the east, to produce huge amounts of energy, which is needed for the industry in the west. The dams will float a great areas, which means that ten thousands of people from this poor regions will be displaced. The people started to struggle against this social and ecological catastrophe and build up a movement which is now active in many areas of the country.

In this situation, a more and more authoritarian government versus growing grassroots movements, only a spark was needed.





Domingo, 23 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h



Jantar/Festa:  20:00h



GRANDE ARRAIAL DE S.JOÃO


Ementa:
Sardinha assada
Pimentos
Caldo Verde
Broa


Inscrições abertas até dia 22 de Junho através do e-mail marybacelar@gmail.com

13 a 16 de junho / Ciclo A Estrada, Santo António, Contos Sem Fatura, Así-duo e Bloomsday

Quinta, 13 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h


Filme:  21:30h
 

CICLO DE CINEMA
- A ESTRADA – 
A busca de si próprio, a vagabundagem, a aventura, o retorno às origens...

SELECÇÃO DE NOÉ ALVES



FINISTERRAE
de Sérgio Caballero (2010)
Dois fantasmas percorrem o Caminho de Santiago.
O realizador é co-director do Festival Sonar (festival de música electrónica de Barcelona).


Sexta, 14 de Junho
 Aberto das 17:00 às 24:00h


Jantar:  20:00h


SANTO ANTÓNIO VADIO
 

Ementa:
Sardinha assada
Pimentos
Caldo Verde
Broa
e alternativa vegetariana para quem não comer sardinhas.

Preço: 3,5 gatos

Inscrições abertas até dia 13 de Junho através do e-mail marybacelar@gmail.com




 
 

Sábado, 15 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h



Jazz:   18:00h


ASÍ-DUO

Marcel Pascual e Giovanni Yáñez Duo
Marcel Pascual (Vibrafone) e Giovanni Yáñez (Guitarra) são dois finalistas do Curso de Jazz da ESMAE que visitam o Gato Vadio para mostrar algumas das suas composições originais e adaptações livres de Standards junto com algumas outras peças e propostas mais experimentais aproveitando e explorando as possibilidades que o formato duo oferece.







Contos e histórias para adultos:   22:00h


THOMAS BAKK
DIZ
CONTOS SEM FATURA
Um dizedor de contos ou um contador de histórias?
Thomas Bakk, formado em Arte Dramática, é autor, ator, contador de histórias ou simplesmente um contautor.
Com um vasto percurso como artista performativo, traz à Gato Vadio um espectáculo bem humorado onde interpreta várias personagens, utilizando a palavra, o Teatro e a Música. Uma sátira sobre a atualidade em que tudo parece ter um preço e nenhum valor.
O espectáculo é dirigido ao público adulto, com entrada livre e sem Iva.
Venha e traga os ouvidos, sem o telemóvel.





Domingo, 16 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h



Leituras:  18:00h


BLOOMSDAY 


Leitura das Cartas a Nora, escritas por James Joyce
16 de Junho é o dia em que decorre toda a acção romanesca de uma das principais obras da literatura mundial –  Ulisses, de James Joyce.  Em todo o mundo, a data é assinalada pelos amantes da literatura como forma de homenagem ao mundo ficcional do escritor irlandês, James Joyce.
Para a assinalar a data vamos ler algumas cartas escritas por Joyce à sua amante, Nora Barnacle.


6 a 9 de junho / Ciclo A Estrada, Café Filosófico, Mário De Sá-Carneiro, Assembleia Popular E Deus Pátria Autoridade

 

Associação Saco de Gatos
(Livraria Gato Vadio)
Espaço reservado a sócios e seus convidados


 



ATENÇÃO:
NOVO HORÁRIO DE PRIMAVERA
DE 5ª FEIRA A DOMINGO
DAS 17H ÀS 24H





Quinta, 06 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h


Filme:  21:30h
 

CICLO DE CINEMA
- A ESTRADA – 
A busca de si próprio, a vagabundagem, a aventura, o retorno às origens...

SELECÇÃO DE NOÉ ALVES



SANS TOI NI LOI
Agnés Varda (1985)
As semanas finais de uma rapariga que vagueia pela região das vinhas em pleno inverno.


Sexta, 07 de Junho
 Aberto das 17:00 às 24:00h


Conversa:  21:30h


CAFÉ FILOSÓFICO

Coordenação de Luís Carneiro

A visão linear e uniforme do tempo do progresso não será já um resíduo da fé iluminista que definiu as grandes narrativas utópicas da Europa moderna? Não estaremos já em condições de compreender as consequências do projecto modernista como o triunfo do imperialismo ocidental, do capitalismo mundializado e da sua lógica sacrificial? Existirá afinal "progresso"?




 
 

Sábado, 08 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h



Leituras:   17:00h


Pedro Eiras e Rui Manuel Amaral
lêem
MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO
 



http://www.youtube.com/watch?v=lyZN2yxgyyI&feature=youtu.be















Assembleia popular:   21:30h


ASSEMBLEIA POPULAR





DÍVIDA, QUE DÍVIDA?
UNIÃO EUROPEIA, QUE UNIÃO EUROPEIA?
EURO?

Continuação da discussão da semana passada.
ENCONTRAR OBJECTIVOS COMUNS!



CONTAMOS COM GRANDE PARTICIPAÇÃO!










 

Domingo, 09 de Junho
Aberto das 17:00 às 24:00h



Filme:  18:00h


DEUS, PÁTRIA, AUTORIDADE




de RUI SIMÕES 
1975
(103')Uma desconstrução da ideologia fascista através de três dogmas fundamentais assinalados no discurso de Oliveira Salazar, em 1936: Não discutimos Deus e a virtude. Não discutimos a Pátria e a Nação. Não discutimos a Autoridade e o seu prestígio. Feito sobretudo de material de arquivo, de filmes da atualidade, a narrativa surge na montagem, analisando os principais acontecimentos históricos de Portugal, desde a queda da monarquia, em 1910, até à Revolução dos Cravos, numa perspectiva social da luta de classes.









A Associação Saco de Gatos agradece que não seja publicitada a sua programação (reservada aos seus associados e convidados) nos meios de comunicação social.