...

Dead man, Jim Jarmusch

Filme

Domingo, 3 de Julho, 18h

Entrada Livre


“Sinopse”:

“A morte é única certeza da vida, e ao mesmo tempo o seu maior mistério. Para Bill Blake, a jornada de DEAD MAN representa a vida. Para [a personagem] Ninguém, a jornada é uma cerimónia de continuidade, cujo propósito é entregar Blake de volta à condição do espírito do mundo. Para ele, o espírito de Blake foi extraviado e de alguma maneira voltou para o reino físico. A perspectiva não-ocidental de Ninguém, a de que a vida é um ciclo interminável, é essencial para a história do homem morto”, Jim Jarmusch.





...

Night on Earth, Jim Jarmusch

Filme

Sábado, 2 de Julho, 22h

Entrada Livre


Sinopse:

Cinco histórias curtas, passadas no interior de um táxi, ao mesmo tempo e em cidades diferentes - Los Angeles, Nova York, Paris, Roma e Helsínquia. Este quinteto de contos reúne estranhos da noite, em permanente deslocamento urbano e angústia existencial, abrangendo os fusos horários, continentes e línguas. "A vida não tem guião, nenhuma conclusão real", resume Jarmusch, sobre esta metáfora itinerante que faz mover o táxi entre as avenidas largas e os becos sem saída da vida humana.



...

"What really Matters is your Lebensstrasse"

Sábado, dia 2 de Julho, à tarde

O vinil em acção com LebensStrasse Records. Som com Artur Aleixo

Apresentação do novo disco da editora: Sun Glitters - "Everything Could be Fine"

Entrada Livre




...

Down by Law, Jim Jarmusch

Filme

Quinta-feira, 30 de Junho, 22h

Entrada Livre


Sinopse:

Considerada uma obra-prima, Down by law subverte o género de filme sobre prisões, criando uma narrativa que margina o surrealismo. Daunbailó apresenta a história de Zack (Tom Waits) e Jack (John Lurie), presos por crimes que não cometeram. Os dois dividem a mesma cela numa prisão de New Orleans. A rotina é quebrada com a chegada do italiano tagarela Bob (Roberto Benigni). A comunicação precária, tema sempre presente nos filmes de Jim Jarmusch, fica por conta do europeu, que fala um inglês macarrónico e a toda hora precisa recorrer a um caderninho para procurar os significados das palavras, muitas vezes equívocos. Bob, no entanto, é o único que sabe como escapar da prisão. Down by law, definido por Jarmusch como um filme de "humor-negro-neo-beat", mantém a fascinação do realizador por personagens que vivem à margem da sociedade, constituindo-se como uma cínica, ácida e céptica crítica ao modo de vida norte-americano.




Pasolini, Nosso Próximo, de Giuseppe Bertolucci


Documentário
Domingo, 19 de Junho, 18h
Entrada Livre

Sinopse:
“Pasolini, Nosso Próximo” é um documentário de Giuseppe Bertolucci sobre Pier Paolo Pasolini e sobre um dos seus filmes mais polémicos, ‘Salò ou os 120 Dias de Sodoma’. Durante as filmagens, apesar da enorme controvérsia gerada em torno da obra, Pasolini encontra-se relaxado, quase alegre. A câmara do jornalista Gideon Bachmann segue-o, registando uma longa e extraordinária entrevista. Inicialmente inseguro, Pasolini transforma a conversa num claro e violento ataque à sociedade do capitalismo, acompanhado de fotos dos set de filmagem, justapondo ficção e realidade. Pasolini foi assassinado antes de o filme estrear. Este documentário é um caminho para entender a razão de Saló e os bastidores do filme mais polémico do cinema italiano.





Saló ou Os 120 dias de Sodoma*, de Pasolini


Filme
Sábado, 18 de Junho, 22h
Entrada Livre
*Fazemos notar que este filme pode facilmente provocar abalos físicos.

Sinopse:
"Na província italiana de Saló, no norte de Itália, controlada pelos nazis em 1944, quatro altos dignitários reúnem dezasseis jovens e levam-nos para um palácio perto de Marzabotto, juntamente com guardas, criados e garanhões.
Além deles, há quatro mulheres de meia-idade: três delas contam histórias provocantes enquanto a quarta as acompanha ao piano. A história passa-se enquanto relatam as histórias de Dante e de Sade: o Círculo das Manias, o Círculo da Merda e o Círculo do Sangue.
Depois disso, os jovens são executados enquanto cada libertino toma o seu lugar como voyeurs".
Talvez o mais polémico dos filmes de Pasolini, onde o fascismo transparece no espaço fechado da mansão, nas leis impostas pelos senhores, no belo prazer absoluto sobre os jovens, na censura a qualquer tipo de informação interna e externa, e por fim, na exigência da conformidade pelos desejos de cada dominador.
O filme foi censurado em vários países e, mais uma vez, fazemos notar que pode facilmente “ferir susceptibilidades”.




...


Videocracy, de Erik Gandini

Documentário, 2009

Quinta-feira, 16 de Junho, 22h

Entrada Livre


Sinopse:

Um olhar penetrante sobre a relação perversa entre o império dos Media do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, e o poder político por ele chefiado.

O primeiro-ministro italiano possui mais de 90 por cento dos meios de radiodifusão, o que se constitui num inusitado controlo e monopólio do meio por excelência de manipulação e controlo das sociedades actuais, a TV.

Gandini declarou que “estava interessado em perceber como se destrói uma democracia através de tetas e rabos”.
Além de vários prémios, este documentário de 2009 tem semeado v
árias controvérsias.