...


O Anjo Exterminador, Luis Buñuel

Filme, 1962

Sábado, 9 de Julho, 22h

Entrada Livre


Sinopse:

Neste filme Buñuel despe a sociedade aristocrata, personificada numa elite comensal que se vê presa numa das salas de uma mansão após um jantar formal. Não há nada que os impeça de sair, porém o formalismo e a convenção fazem-nos reféns de portas e de grades imaginárias. Com o decorrer dos dias, as convenções vão caindo, porém a nata burguesa vê-se incapaz de abandonar a mansão, pois as barreiras imaginárias permanecem. Aos poucos, as máscaras de cada personagem desprendem-se, deixando a nu os mais primitivos instintos, as atitudes irracionais e egoístas. O retrato da burguesia é desde o início criado para dissecar aquilo que ela comporta de mais vil, cruel, desumano e imoral, desde o comportamento dos patrões com empregados, os maldizeres, a hipocrisia, a vaidade, a traição, a desconsideração ao próximo, a imoralidade (a qual é tratada com a maior naturalidade e complacência), além da inevitável ironia sórdida.




Sem comentários:

Enviar um comentário