...

O charme discreto da burguesia, Luis Buñuel

Filme, 1972

Quinta-feira, 7 de Julho, 22h

Entrada Livre


Sinopse:

Talentosa combinação de realidade e absurdo, este filme de Luis Buñuel é uma ácida e surrealista crítica à hipocrisia dos valores burgueses, contada através da história de seis amigos que se reúnem para um jantar que acaba sendo interrompido por estranhos acontecimentos que misturam realidade com devaneios e sonhos das personagens. O ritual do jantar é permanentemente interrompido, seja pela data desencontrada nas agendas dos comensais, seja pela morte do dono do restaurante que está a ser velado no próprio estabelecimento, seja pelo desejo sexual descontrolado dos anfitriões, pela interrupção do Exército em manobras, pela polícia ou pelos terroristas. Mas nada disso impede que os burgueses desistam e marquem sempre uma nova data. Em Buñuel repete-se continuamente “o sonho da bela comunidade, da agregação ideal de um grupo de pessoas afins, de modo a transformarem o mundo em algo mais belo”, embora isso nunca se dê plenamente e sem que se desvendem os obscuros, egóticos e reaccionários valores em que se baseia o belo sonho da burguesia ideal.


Sem comentários:

Enviar um comentário