...


“Manif Geração à Rasca” – Gato Vadio convoca para Assembleia Popular este sábado, 14h, na Praça D.João I, Porto

Olá!


No passado sábado, no Porto, foram muitas as caras que os Gat@s Vadi@s reconheceram. Trocámos sorrisos, palavras, ânimo. Vontade de viver! Agora, voltamos a falar-te para que voltes.

Naturalmente, estivemos. Estamos , desde há 4 anos. E vamos continuar. A utopia tem de sair à rua todos os dias e jamais para picar o ponto…

Integrámos com a Casa da Horta, a Casa Viva, o Colectivo Hipátia e a Terra Viva, a plataforma libertária, para afirmarmos um caminho possível. Caminho que passa pela autonomia, a alegria, a resistência crítica, a criatividade, a solidariedade, a democracia directa e participativa. E sem nos esquecermos que à rasca está o mundo inteiro e não apenas o nosso umbigo.


Sabemos que muitas amigas e amigos da Gato querem fazer alguma coisa, gritar, berrar a plenos pulmões, sair à rua, vencer o silêncio, vencer o fascismo do silêncio que se impôs nas nossas vidas. E agora, é voltar. Há ir e vir, há organizar e mudar!


E se formos este sábado, dia 19 de Março, às 14h à Assembleia Popular na Praça D.João I?



(sem maestros, nem maestrinas! a ilustração é respigada a Miguel Brieva)



Quanto à Gato Vadio, no sábado passado foi espalhando papelinhos traquinas, muito, muito traquinas:


“– Papá, na TV estão a dizer que as pessoas da Gato Vadio são extremistas, radicais e perigosas?

– Filhinha, se dizem é porque é verdade, meu anjinho.”


“Um dia, a alegria do teu corpo, a liberdade do teu espírito e a acção da tua autonomia vão inspirar terror ao capitalismo”.


“– Precários, não vos inquietais, a solução está nas nossas mãos, trataremos do teus problemas, o teu lugar é aqui, a máquina não pode parar!

Não precarizes o teu imaginário, reclama a vida!”


Sonho Geral, Decrescimento do Capital!



Sábado, dia 19 de Março, às 14h à Assembleia Popular na

Praça D. João I, Porto


Após a Assembleia Popular na Praça D.João I no dia 12, em que após a manifestação cerca de duas centenas de pessoas se reuniram para expor livremente as suas experiências e apresentar as suas propostas, é aqui proposta a continuação do movimento (directamente) democrático já no próximo sábado, com os objectivos de criar ideias, soluções, respostas, esperança e reforçar a persistência das nossas palavras e do nosso protesto, unindo-nos livremente, sem nenhuma burocracia ou desigualdade de palavra que se interponha entre a nossa opinião e a sua exposição a todos e todas.


A Assembleia é convocada pela Plataforma Libertária que inclui os colectivos Casa da Horta, a Casa Viva, o Colectivo Hipátia, Gato Vadio e a Terra Viva.


Sem comentários:

Enviar um comentário