...

Amigas e amigos,

Vamos a uma sessão complementar do mui falado Inside Job, actualmente nas salas de cinema?

Crise, PEC, bolha financeira, produtividade, PIB, dívida pública, corte, crise…

O extraordinário nos dias de hoje não é comerem-nos de cebolada. É virem à frente das câmaras de mãos nos bolsos explicarem-nos como fazem.




De la servitude moderne, de Jean-François Brient e Victor León Fuentes

Documentário

Domingo, 28 de Novembro, 22h

Entrada Livre

Gato Vadio


Sinopse:
A servidão moderna é uma espécie de escravidão voluntária, consentida pela multidão de consumidores que se arrastam pela face da terra. Eles mesmos compram as mercadorias que os escravizam cada vez mais. Eles mesmos procuram um trabalho cada vez mais alienante que lhes é incutido. Eles mesmos escolhem os mestres a quem deverão servir. Para que esta tragédia absurda possa ter lugar, foi necessário tirar desta classe a consciência da sua exploração e da sua alienação. Aí está a estranha modernidade da nossa época. Contrariamente aos escravos da antiguidade, aos servos da Idade média e aos operários das primeiras revoluções industriais, estamos hoje em dia frente a uma classe escravizada, só que não sabe, ou melhor, não quer saber. Aceitam sem discutir a vida lamentável que lhes espera. A renúncia e a resignação são a fonte mais segura para a manutenção da servidão moderna.

Sem comentários:

Enviar um comentário