Autobiographie Mutuelles

alberto pimenta & césar figueiredo

domingo, 7 de Junho, 16h30



Levem as Bruxelas, deixem-nos as Couves!


No dia das eleições Euro – Peias,

Venha assistir ao Discurso Sobre o Filho do Comissário!

Depois do solene Discurso sobre o Filho da Puta (1977)

e do louvado Discurso sobre o Filho de Deus (1999) , o que nos resta senão o Discurso sobre o Filho do Comissário!?


Alberto Pimenta & César Figueiredo

em directo, ao vivo, NÃO TENHA MEDO, NO GATO VADIO NÃO HÁ URNA SÓ DESGOVERNO!

Entrada sem Euro, sem Peias.

Gato Vadio

Rua do Rosário 281






“Refutação de todas as Críticas, tanto elogiosas como hostis, sobre o filme A Sociedade do Espectáculo”, Guy Debord

Filme, 1975

Sábado, 6 de Junho, 18h

Entrada Livre

Gato Vadio






Que pode um artista contra o Famous Grouse?


Depois de termos passado “A Sociedade do Espectáculo”, apresentamos agora o vídeo “REFUTAÇÃO DE TODAS AS CRÍTICAS,TANTO ELOGIOSAS COMO HOSTIS, SOBRE O FILME "A SOCIEDADE DO ESPECTÁCULO", de Guy Debord (1975)

“A organização espectacular da presente sociedade de classes acarreta duas consequências reconhecíveis em toda a parte: por um lado, a falsificação generalizada dos produtos, tal como dos raciocínios; por outro, a obrigação, para todos os que pretendem nela encontrar a felicidade pessoal, de se manterem sempre a grande distância daquilo que fingem amar - pois nunca dispõem dos meios, intelectuais ou outros, para disso chegarem a um conhecimento directo e aprofundado, a uma prática completa e a um gosto autêntico.”

“Esta falsificação ingénua e esta aprovação incompetente, que são como que o odor específico do espectáculo, nunca deixaram portanto de ilustrar os comentários, diversamente incompreensíveis, que responderam ao filme intitulado A Sociedade do Espectáculo.”




("clicar" na imagem)


Ciclo de documentários sobre a América Latina

Se se cala a América Latina, cala-se a vida!

Gato Vadio, rua do rosário 281

Entrada Livre… às quintas, 22h/todos os documentários estão legendados em português


Se se cala a América Latina, cala-se a vida!

O estudante de economia vai questionar a doutrina dos seus mestres quando conhecer a realidade económica da Argentina.

O betinho da Foz vai ficar boquiaberto quando vir a realidade que lhe foi ocultada quando foi de férias vip à Jamaica no verão passado.

O guna da ribeira vai ficar com coração enternecido quando souber o que é a violência social e a pobreza de Potosi.

A dona da mercearia da esquina vai aperceber-se como é feita e de onde vem a soja transgénica que vende e passará a vender soja fair-trade e livre de OGM’s.

A brasileira da frutaria da esquina da outra ponta da rua irá chorar de nostalgia ao ver as imagens da sua terra natal devastada pela irracional e desumana ultra-industrializão!

Em cena, num logradouro perto de si!

Gato Vadio


1 - Memoria del Saqueo Quinta-feira, 4 de Junho, 22h

Fernando Solanas

2004

tempo: 118 min

Argentina


Memoria del Saqueo, Fernando Solanas (Argentina, 2004)

Como é possível que um país tão rico possa cair numa situação de pobreza e fome de tamanha magnitude?

O que aconteceu com as promessas da modernidade, o trabalho e o bem-estar pregado pelos políticos, empresários, economistas iluminados e os meios de comunicação social?

Como se pode entender a alienação dos abundantes bens públicos para reembolsar a dívida, se a dívida negligenciada foi multiplicada várias vezes comprometendo as gerações futuras?

Depois da queda da ditadura militar em 1983, sucessivos governos de democracia simulada lançaram uma série de reformas preconizadas com o suposto intuito de tornar a Argentina na economia mais próspera e liberal, o internacionalmente aclamado "El Milagro Argentino".

Menos de 20 anos depois, os argentinos literalmente perderam quase tudo!

Em nome da globalização e do comércio livre, a Mafiocracia (termo inventado por Solanas) dos governos de Menem e De la Rúa no conluio com o FMI, o Banco Mundial e os seus países constituintes, prosperaram as receitas económicas dos organismos internacionais e da máfia política argentina criando uma dívida astronómica e o esvaziamento social e financeiro o país.

As maiores empresas nacionais foram vendidas às corporações estrangeiras a preço sub-desvalorizado, sendo o produto das privatizações desviado para os bolsos de funcionários corruptos. Os novos donos implementarem preços elevados por serviços reduzidos. Sucessivas revisões da legislação laboral cortaram quase todos os direitos laborais conquistados pelos trabalhadores. Num país tradicionalmente grande exportador de alimentos, a desnutrição torna-se generalizada. Milhões de pessoas ficam desempregadas e afundam-se na pobreza vendo as suas poupanças desaparecerem num colapso bancário final.

Memoria del Saqueo trata-se de um documentário filmado com uma dinâmica livre, criativa e atraente, que tenta contextualizar e compor um novo quadro dos abalos sociais que o povo argentino sofreu, desde a ditadura de Videla até à rebelião popular de 19 e 20 de Dezembro de 2001, que terminou com o governo da Aliança.

Duração: 118 min