Libertação Animal - Debate, sábado 14 de Junho

“Este livro é sobre a tirania dos animais humanos sobre os não-humanos. Esta tirania provocou e provoca ainda hoje dor e sofrimento só comparáveis àqueles resultantes de séculos de tirania dos homens brancos sobre os humanos negros. A luta contra esta tirania é uma luta tão importante como qualquer das causas morais e sociais que foram defendidas em anos recentes.(…)

Este livro não faz apelos sentimentais à simpatia por animais “fofinhos”. Não me choca mais a morte de cavalos ou cães com fins alimentares do que a morte de porcos para o mesmo fim. (…)

O título deste livro tem implícita uma ideia séria. É necessário um movimento de libertação que ponha fim aos preconceitos e discriminação baseados em características arbitrárias como a raça ou o género.”(…)

Peter Singer, in Libertação Animal, Via Óptima, 2008


Regressam os debates da Comunidade de Leitores Vadios a propósito da reedição do livro Libertação Animal de Peter Singer.

Libertação Animal - Debate
Sábado, 14 de Junho, 22h
Participação: Pedro Vilarinho (Activista dos Direitos dos Animais) e João Torres (biólogo/investigador).
Entrada Livre. Gato Vadio.

Libertação Animal, Peter Singer
Via Óptima, 290 pág. PVP: 19,50€
Preço Vadio: 18,50€

9 comentários:

  1. este será um bom espaço para discutir este livro e o tema que lhe está inerente, visto neste espaço ainda ser preciso aprender algo sobre a libertação animal. quem anuncia uma sardinhada para a semana seguinte não está certamente ainda a par do que é a libertação animal.

    ResponderEliminar
  2. para reflectir:

    "I don't think that I'm so important that an animal has to die every time I want to eat."
    (Taj Mihelich)

    "All the arguments to prove man's superiority can not shatter this hard fact: In suffering, the animals are our equals."
    (in Animal Liberation, Peter Singer)

    "Nothing will benefit human health and increase chances for survival of life on Earth as much as the evolution to a vegetarian diet."
    (Albert Einstein)

    "Truely man is the king of beasts, for his brutality exceeds theirs. We live by the death of others: we are burial places! I have from an early age abjured the use of meat, and the time will come when men such as I will look on the murder of animals as they now look on the murder of men."
    (Leonardo da Vinci)

    "To my mind, the life of a lamb is no less precious than that of a human being. I should be unwilling to take the life of a lamb for the sake of the human body."
    (Mahatma Gandhi)

    "Não me fale de paz se a violência começa no seu prato."
    (Carla Fernandes Pitta)

    "[...] This means that we [humans] can't be described as carnivores. We are better described as necrovores or eaters of rotting flesh."
    (in A Very Inconvenient Truth, Capt Paul Watson)

    "Enquanto existirem matadouros... Existirão campos de guerra..."
    (Leo Tolstoy)

    "How can you eat anything with eyes?"
    (Will Kellogg)

    "Keeping livestock is responsible for at least 18% of greenhouse gas emissions, more than traffic worldwide."
    (in Get The Full PIGture, pig8soy.org)

    "As pessoas acham radicais as atitudes dos vegetarianos quando eles se abstêm do consumo de animais, leite, ovos, couro, lã, cosmético e produtos que tenham sido testados em animais e tantas outras barbáries. Mas os vegetarianos não são tão radicais quanto aqueles que estouram a vida e os miolos de animais inocentes apenas para sentir o sabor de seus cadáveres por alguns segundos..."
    (Rildo Silveira)

    "The world is a dangerous place to live in, not because of those who do evil, but because of those who watch and let it happen."
    (Albert Einstein)

    "Man is the only animal that can remain on friendly terms with the victims he intends to eat until he eats them."
    (Samuel Butler)

    "If slaughterhouses had glass walls, everyone would be a vegetarian."
    (Paul McCartney)

    "Animals are my friends... and I don't eat my friends."
    (George Bernard Shaw)

    "We don't need to eat anyone who would run, swim, or fly away if he could."
    (James Cromwell)

    "In a world fast losing resources of fresh water, it is sheer lunacy to have hundreds of millions of cows consuming over 1,000 gallons of water for every pound of beef produced."
    (in A Very Inconvenient Truth, Capt Paul Watson)

    "Nothing more strongly arouses our disgust than cannibalism, yet we make the same impression on Buddhists and vegetarians, for we feed on babies, though not our own."
    (Robert Louis Stevenson)

    "I will not eat anything that walks, runs, skips, hops or crawls. God knows that I've crawled on occasion, and I'm glad that no one ate me."
    (Alex Poulos)

    "We all love animals. Why do we call some 'pets' and others 'dinner?'"
    (k.d. lang)

    "I won't eat anything that has intelligent life, but I'd gladly eat a network executive or a politician."
    (Marty Feldman)

    "A man of my spiritual intensity does not eat corpses."
    (George Bernard Shaw)

    "No comportamento com os animais, todos os homens são nazis."
    (Isaac Bashevis Singer)

    "Meat consumption is a highly inefficient way of feeding people."
    (in Get The Full PIGture, pig8soy.org)

    "O animal selvagem e cruel não é aquele que está atrás das grades. É o que está na frente delas."
    (Axel Munthe)

    "Al Gore e os ativistas a favor do clima deixam sempre de admitir uma das verdades mais inconvenientes de nossos tempos: a pecuária e o consumo de produtos de origem animal em escala global talvez seja hoje a maior causa (antropogênica) do aquecimento global"
    (Saurabh Dalal)

    "[...] livestock production is responsible for an incredible 18 percent of human induced greenhouse gas emissions worldwide - more than all of the world's motor vehicles."
    (United Nations Food & Agriculture Organization)

    "Um homem é verdadeiramente ético apenas quando obedece à sua compulsão para ajudar toda a vida que ele é capaz de assistir, e evita ferir todas as coisas que vivem."
    (Albert Schweitzer)

    "De todas as espécies, a humana é a mais detestável. Pois o Homem é o único ser que inflige dor por desporto, sabendo que está causando dor."
    (Mark Twain)

    "[...] viu que uma criança que apanhava estrelas-do-mar na areia e, uma por uma, as colocava no mar. "Porque fazes isso?" - perguntou. "Aa maré está baixa e o sol está muito quente. As estrelinhas-do-mar vão secar e morrer se ficarem aqui na areia". O escritor espantou-se. "Existem milhares de praias neste mundo e milhões de estrelas-do-mar. Que diferença irá fazer? Tu salvas umas poucas, mas a maioria acaba por morrer". A criança parou a olhar para o escritor, mas instantes depois pegou noutra estrela-do-mar, colocou-a no mar e disse ao escritor: "A esta fiz diferença". E seguiu caminho continuando a sua "missão".[...]"
    (Autor Desconhecido)

    "A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados."
    (Mahatma Gandhi)

    "The meat industry is one of the most destructive ecological industries on the planet. The raising and slaughtering of pigs, cows, sheep, turkeys and chickens not only utilizes vast areas of land and vast quantities of water, but it is a greater contributor to greenhouse gas emissions than the automobile industry."
    (in A Very Inconvenient Truth, Capt Paul Watson)

    "[...] one 16 ounce cut of prime rib is equal to a thousand gallons of fresh water, a few acres of grass, a few fish, a quarter acre of corn etc. [...] And that single cut of meat would have cost as much in vegetable resources equivalent to what could be fed to an entire African village for a week."
    (in A Very Inconvenient Truth, Capt Paul Watson)

    "The bottom line is that to be a conservationist and an environmentalist, you must practise and promote vegetarianism or better yet veganism. It is the lifestyle that leaves the shallowest ecological footprint, uses fewer resources and produces less greenhouse gas emissions, it's healthier and it means you're not a hypocrite."
    (in A Very Inconvenient Truth, Capt Paul Watson)

    "[...] In fact a vegan driving a hummer would be contributing less greenhouse gas carbon emissions than a meat eater riding a bicycle."
    (in A Very Inconvenient Truth, Capt Paul Watson)

    "Never doubt that a small group of thoughtful, committed citizens can change the world."
    (Margaret Mead)

    "Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come."
    (Greenpeace)

    "Nada vai beneficiar mais a saúde humana e incrementar as hipóteses de sobrevivência da vida do que a evolução para uma dieta vegetariana"
    (Albert Einstein)

    "A questão não é se os animais podem raciocinar ou falar, mas se podem sofrer."
    (Jeremy Bentham)

    "Nossa tarefa deve ser nos libertarmos dessa prisão, aumentando o nosso círculo de compaixão para incluir todas as criaturas viventes e toda a natureza em sua beleza."
    (Albert Einstein)

    "O Homem não é o único animal que pensa. Entretanto é o único que pensa que não é animal."
    (Pascal)

    "Deveríamos ser capazes de recusar-nos a viver se o preço da vida é a tortura de seres sensíveis."
    (Mahatma Gandhi)

    "Enquanto o Homem continuar a ser o destruidor dos seres vivos dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles matar-se-ão uns aos outros. Na verdade, aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor."
    (Pitágoras)

    "A compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana."
    (Charles Darwin)

    "Entre a brutalidade para com o animal e a crueldade para com o homem, há uma só diferença: a vítima."
    (Alphonse de Lamartine)

    "Os animais são os únicos seres realmente inocentes que são condenados a prisão perpétua, sessões de tortura e a pena de morte"
    (Anónimo)

    "A classificação das formas, funções orgânicas, costumes e dietas demonstram de uma maneira evidente que o alimento normal para o homem é vegetal, tal como para os antropóides e símios, e que os nossos dentes caninos estão muito menos desenvolvidos. Não estamos destinados a competir com bestas selvagens ou animais carnívoros."
    (Charles Darwin)

    "The meat industry:
    Is responsible for 40% more GHG emissions than any other industry (transportation’s #2).
    Consumes 70% of all food
    Consumes 80% of all agricultural land
    Consumes 50% of all water
    Consumes over 33% of all fossil energy
    Causes 80% of deforestation
    Causes more water pollution than any other industry
    Causes significant animal suffering
    Is unhealthy."
    (Live Earth)

    "A não-violência nos leva a mais alta ética, a qual é objetivo de toda evolução. Até pararmos de ferir outros seres vivos, seremos ainda selvagens."
    (Thomas Edisom)

    "O erro da ética até ao momento tem sido a crença de que esta só deve ser aplicada em relação aos homens."
    (Albert Schweitzer)

    "A compaixão pelos animais está intimamente ligada a bondade de carácter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem!"
    (Arthur Schopenhauer)

    "É somente pelo amaciamento e disfarce da carne morta através do preparo culinário, que ela é tornada suscetível de mastigação ou digestão e que a visão de seus sucos sangrentos e horror puro não criam um desgosto e abominação intoleráveis."
    (Percy Bysshe Shelley)

    ResponderEliminar
  3. Para colocar esta questão em perspectiva segue-se uma pequena fábula:

    "Era uma vez uma jovem vaquinha, vitela ainda, de olhos grandes e pelo macio, castanho por sinal. Um belo dia (estava ela a pastar com a progenitura) e deu-se conta de que estava a arrancar - com os seus dentes especialmente concebidos para o efeito ao longo do desenvolvimento de milhares de gerações - ervas e mais ervas, verdes e no verdecer da sua vitalidae. Sentiu-se culpada por ser responsável (directa) por uma infinidade de danos simultaneos. Decidiu que era inconcebível continuar a causar sofrimento só para satisfação da sua gula e deixou de ruminar o que ruminava, recusando-se a ruminar mais erva que fosse. Comunicou o facto às restantes vacas que, supreendidas, viam-se a braços (ou patas) com um dilema moral: as ervas estavam vivas e elas matavam as ervas. Todas elas perceberam que não deveriam abusar do seu estatuto de Ser maior, mais pesado, mais rápido, mais voraz, mais muitas coisas, que as ervas. Também decidiram, com base nesta constatação, prescindir do seu estatuto de herbívoras, porque - como o nome indicava - isto assentava na desiquilibrada relação de poder entre elas e as ervas."

    O que estará errado nesta história?

    Talvez as suas protagonistas sejam um pouco humanizadas demais, não?

    Porque, afinal de contas, a ética é um jogo do Homem.

    ResponderEliminar
  4. fábula interessante, com diversas falácias comuns:
    - há muito que os vitelos não pastam juntos com as progenitoras, graças à industria do leite e da CRUEL carne de vitela, e, no fundo, a grande maioria das vacas já não pasta há muito, vive enclausurada grande parte do dia!
    - a erva, e outros vegetais, não é um ser sensiente, é, isso sim, uma forma de alimentação que evita, ou no mínimo diminui, o sofrimento
    - ao abandonar ser "herbívoro" as vacas passam a viver do ar?
    - o homem não é carnívoro
    -...

    http://video.google.com/videoplay?docid=-3312602857995981210

    "Só não vê quer não quer ver!"

    ResponderEliminar
  5. Portanto voltemos às fábulas e tentaremos que sejam mais claras ainda:

    "Era uma vez uma vaquinha que pastava até se dar conta que o facto de estar a pastar era uma falácia, dado que havia uma Indústria que tornava tal facto impossível.

    Ela achou estranho, - esta vaquinha minhota - e olhando em volta, para esse campo verdejante cheia de ervas igualmente verdejantes ocorreu-lhe que afinal "O que parece, não é" coisa muito da filosofia que ela tinha estudado no secundário, juntamente com algum Marx e introdução às novas tecnologias.

    Por isso transformou-se numa hiena, coisa que já não era falaciosa, pois as hienas não parecem nem nada, riem-se às vezes e têm das mais fortes dentadas que o mundo animal conseguiu conceber.

    Transformada em hiena, esta ex-vaquinha, foi fazer o que as hienas fazem (e em conjunto) que é conversar, ir às compras e dar umas dentadinhas em outros animais.

    Ia ela (a tal ex-vaquinha escapada às falácias de ser uma vaquinha minhota, pois estas não existem enquanto vaquinhas que pastam nos campos, porque há uma Indústria) enquanto hiena a perseguir uma pequena zebra, e quando vai para dar a primeira dentada, daquelas programadas para prender e partir qualquer coisa de caminho, a nossa hiena lembra-se que a zebra que corre esgazeada de si é um ser "sensiente" e então recusa-se a trincá-la com uma das mandíbulas mais fortes do reino animal.

    Porque na verdade pensou a hiena Matar é causar o maior sofrimento e Eu não preciso de matar para viver.

    A zebra até corroborou e sugeriu que ela fizesse como o javali, que é uma coisa estranha: "omnívoro" e coma ervas rasteiras porque tem essa opção dentro do menu genético. "

    Novamente, o que estava errado nesta história?

    Outra vez as personagens tinham demasiadas características humanas, não é?

    Porque uma vaca não se lembra das suas aulas do secundário nem tem memória de filosofias, nem uma hiena terá rebates morais e a uma zebra não ocorrerão boas ideias e distinções entre carnívoro e omnívoro.

    Porque estas não são senão vacas, hienas e zebras. Não têm ética. Não são iguais ao homem. Não estão a jogar o mesmo jogo. Nós é que queremos muito muito que elas joguem o nosso jogo.

    Ah, e é verdade, além do javali também o Homem é omnívoro, coisa que ele é muito antes de ser um ser ético.

    E é-o (omnívoro) independente de achar, como a nossa hiena (pequena ex-vaca)que as zebras são sensientes ou não.

    Omnívoro significa o que significa:
    Come-se de tudo. Independente de Indústrias ou processos de produção.

    ResponderEliminar
  6. Caro Meireles,

    Comes, portanto, a merda que te dão, não só porque assim o entendes, mas porque te achas com uma capacidade intelectual semelhante à de um javali, não questionando, nem procurando, nada além...

    Histórias de desrespeito por outros terráqueos foram sempre história da nossa civilização e acabaram por ser corrigidas, a luta pelos direitos animais irá pelo mesmo caminho, e repara, surpreso com certeza, o Homem afinal consegue viver sem escravos e sem trabalho infantil, "coisas que ele fazia muito antes de ser um ser ético"...

    "The most terrible crimes are committed in the name of traditions"
    (George Bernard Shaw)

    ResponderEliminar
  7. Outra fábula:

    "Era uma vez um javali que gostava muito de pensar nos meios de produção e de se indignar com o modo como a sociedade dios javalis dava de comer cócó demagógico aos restantes javalis, enganando-os para que pensassem ser fruto da tradição, o que incluia lutas pelas fêmeas e pelo território, usando aquelas presas enormes e em caracol de que a natureza os tinha dotado.

    Por isso esse javali lembrou-se de descobrir a Ética e de chamar amigos aos outros animais. Coisa que já S.Francisco de Assis (sem equivalente animal)fizera, e com muito sucesso.

    Este javali foi munir-se de muitas citações e começou a sua cruzada dizendo que má que era a tradição.

    Fazia muita confusão entre a tradição e a genética, e entre estas duas e a Ética, mas não se importava:

    - Usamos presas mortíferas por tradição!

    - Fazemos lutas mortíferas por tradição!

    e etc.

    Era tanta a confusão dele que sem se dar conta, foi chamar Amigo a um javali que não ia em cantigas, que não o achou nada intelectualmente elevado e marrou-o violentamente como fazem os javalis, por tradição."

    Moral da história: até os javalis sabem o que é respeitinho.

    ResponderEliminar
  8. uma coisa são os animais outra são os seres humanos com capacidade de reflectir sobre os seus próprios actos e capacidade de alterar o seu modo de vida, claro, se e só se, o quiserem fazer, se não for muito incómodo. na maioria das vezes é incómodo e dá trabalho, e então é melhor ficar tudo na mesma.

    ResponderEliminar
  9. Caro amigo javali,

    tradição, genética e Ética são assuntos bem diferentes.

    Sendo que a genética nem tem como entrar neste tema, pois é, quer um javali queira ou não, um facto que um "javali" pode viver (e vários vivem) sem cooperar com a exploração de outros terráqueos de forma directa!

    já a tradição e a ética, por cá, tendem a lutar demasiadas vezes pelo poder e por um lugar de destaque no raciocínio de alguns...

    deixemo-nos de fábulas, abrir os olhos por vezes é duro, amanteigar é um bom escape...

    marradas javalinescas,
    taborda

    ResponderEliminar